A revista “Seed” acelerou 4,6 bilhões de anos em 60 segundos. Simples, mas lhe dá uma ideia perfeita do quão “rápido” a vida mudou e da escala da evolução. [Seed]