A realidade aumentada é divertida como demonstração de tecnologia, mas o futuro que nos prometem vai acabar se tornando o mesmo pesadelo que virou a navegação na web – um mar de anúncios e incontáveis outras coisas irritantes.

>>> O futuro medonho com realidade aumentada em que tudo vira jogo



Você pode ao menos fechar seu navegador ou olhar para outra coisa que não seja seu notebook quando começar a ficar chato demais, mas como Keiichi Matsuda mostra neste curta chamado Hyper-Reality, um dia será impossível escapar dos anúncios.

Matsuda é designer e cineasta, e “examina as implicações das novas tecnologias para a percepção humana e do ambiente”. Ele diz que “Hyper-Reality apresenta uma nova visão provocativa e caleidoscópica do futuro, onde as realidades físicas e virtuais se fundiram, e a cidade está saturada em mídia”. É, ao mesmo tempo, um conceito e um alerta. [Vimeo via Core77]