Utilizando como base imagens de banco de dados e a pintura O Concerto (1664), feita por Johannes Vermeer, o fotógrafo Erik Almas recriou a obra de arte no Photoshop. Dá até para enganar as pessoas e fazê-las pensar que é uma pintura original… se você estiver enxergando de longe. Ainda assim, é bem bacana ver todo o fluxo de trabalho de Almas e como ele é criativo ao tentar imitar a obra original.

• Conheça o excelente trabalho de colorização de fotos antigas da artista brasileira Marina Amaral
• Vídeo coloca lado a lado cenas do cinema inspiradas em pinturas clássicas

photoshop-obra-de-arte

O Concerto de Johannes Vermeer é famoso por ser a pintura roubada mais valiosa da história que nunca foi recuperada (ela é avaliada em US$ 200 milhões). Almas copiou a obra de arte com 240 imagens diferentes retiradas de banco de dados, 898 camadas e 3 semanas de edição.

[PetaPixel]