Resolução 4K? Pff, ninguém mais se lembra. 8K? Notícia velha. Este vídeo em timelapse foi capturado em impressionantes 10K, usando uma câmera de médio formato de 80 megapixels. Para se ter ideria do tamanho, cada quadro é dimensionado em 10328×7760 pixels. O nível de detalhe que este tamanho possibilita é sensacional.

>>> Japoneses no Brasil transmitem TV 8K através da internet

Médio formato é a tecnologia presente em câmeras recomendadas à profissionais de estúdio que precisam ter o máximo de controle e qualidade das imagens. Elas possuem a parte traseira removível (chamado de back digital), o que possibilita o uso de outros sensores, maiores ou menores. Além do sensor de 80 megapixels, usado para capturar o vídeo, esta PhaseOne pode acoplar também sensores de 40MP ou 60MP.

O vídeo foi capturado por Joe Capra, da Scientifantastic, em locações do Rio de Janeiro — como a favela da Rocinha — para uma grande empresa de eletrônicos. E ele não faz jus a realidade, já que os vídeos do Vimeo são limitados a resolução 1920x1080p ou True HD. E mesmo se suportasse, ainda não existem monitores com resolução 10K (ainda nem temos condições de comprar os de 4K), mas é possível ter uma ideia do tamanho quando Capra aproxima a imagem por zoom.

Ele explica: cada sequência é iniciada com a resolução máxima diminuída para caber nos limitantes 1920x1080p do Vimeo, cerca de 14% do tamanho original. A imagem seguinte escala a imagem para 50% da resolução total e disso segue para os 100%, que o limite do zoom. É impressionante como a qualidade da imagem é mantida mesmo com o zoom.

E nós concordamos. Veja uma imagens com os 14% e 100% da resolução:

capra2

Imagem em 1920×1080 (14%)

capra1

Imagem em 10328×7760 (100%)

Me pergunto se o futuro da fotografia será feito de câmeras de resolução tão grande que será necessário apenas aproximar por zoom, ao invés de usar lentes teleobjetivas. Talvez, mas com certeza vai levar algum tempo para chegar às mãos do público geral, uma vez que a câmera usada por Capra custa mais de US$ 40 mil.