Os mestres da realidade aumentada na Metaio mostraram sua tecnologia Thermal Touch, um novo tipo de interface de usuário que basicamente transforma o mundo inteiro em uma touchscreen. Parece bem futurista.

A ideia em si é surpreendentemente simples. Sempre que você toca algo, você deixa para trás um rastro de calor que pode ser captado por uma câmera infravermelha. A tecnologia Thermal Touch registra esse calor e o trata como uma espécie de clique.



Dessa forma, você poderia ler uma revista, ver uma foto de um item que você gosta, tocá-lo, e ir direto para uma página web onde você pode comprá-lo. Há outras aplicações para a tecnologia, que você pode conferir no vídeo acima.

thermal touch

O Thermal Touch não é tão diferente da tela no seu smartphone: sim, este usa sensores capacitivos para detectar a energia elétrica em seu dedo, enquanto o Thermal Touch usa o calor. Mas a vantagem aqui é não haver nenhum limite para esta tela: o mundo inteiro de repente se torna clicável e interativo. Faz bastante sentido combinar este tipo de funcionalidade a algo como o Google Glass – ele só precisaria de uma câmera melhor.

Há outra vantagem aqui: a Metaio construiu o protótipo simplesmente combinando uma tecnologia já existente a um novo software. A empresa diz que o Thermal Touch poderia chegar ao mercado dentro de cinco anos – o que, como lembra o xkcd, provavelmente significa mais tempo. De qualquer forma, é bom ver a realidade aumentada ficar um pouco mais real – e útil. [Metaio via GigaOm]