Jurassic Park foi um filme incrível. Jurassic Park em 3D – que estreia em agosto no Brasil – deve ser ainda mais incrível. E a tecnologia usada nos bastidores? Você já deve imaginar que impressiona.

O Stan Winston Studios vem revelando os fatos sobre os efeitos especiais deste clássico do cinema, como o dilofossauro que cuspia veneno em suas vítimas, e o braquiossauro comandado por seis pessoas.

Agora eles chegaram ao dinossauro principal: o gigante T-Rex que corria atrás de todos. Sente-se e prepare-se para aprender a arte clássica de efeitos especiais: a playlist abaixo contém os três vídeos da épica série.

Para criar o robô animatrônico de 4 toneladas que parece dinossauro, engenheiros desenharam um modelo de T. rex e o imprimiram em tamanho real, para criar a parte externa. Só depois eles preparam a mecânica dentro dele.

Eles decidiram fazer a estrutura usando aço, para facilitar reparos caso alguma parte quebrasse. E depois de colocarem as articulações e os motores, eles criaram a base para o T. rex que você conhece do filme. Quem precisa de CGI quando se pode criar dinossauros com materiais de verdade? [Stan Winston School]