Talvez os humanos nunca voem em algo semelhante ao traje do Homem de Ferro. Mas agora que pesquisadores da Universidade de Maryland descobriram o segredo para criar pássaros-robôs que voam como os de verdade, talvez seja hora de revisitar aqueles projetos antigos – e malucos – que davam asas a humanos.

A pesquisa do que hoje é conhecido como Robo Raven (corvo-robô) acontece há oito anos, e em 2007 a ​​criatura fez seus primeiros voos de teste, marginalmente bem-sucedidos.

Mas ele não era tão ágil e hábil quanto um pássaro de verdade, então a pesquisa sobre o Robo Raven ficou engavetada até ano passado, quando ele recebeu um design radicalmente novo, graças a estudantes de pesquisa que entraram no projeto.

Cada asa do Robo Raven é movida e controlada por dois atuadores independentes, permitindo a ele se mover, bater as asas e até se deformar de forma semelhante à asa de um pássaro real. E este desenvolvimento, junto a avanços de software que recriam os movimentos de uma asa com precisão, permitem que o robô execute suas façanhas impressionantes de voo.

É claro que esses atuadores extras, além das baterias, acrescentaram mais peso. Por isso, o Robo Raven entrou em uma dieta rigorosa, e foi reformulado com peças de polímero feitas em impressora 3D e cortadas a laser.

Mas sua fuselagem leve acaba estragando qualquer sonho de fazer um humano ganhar asas para voar… pelo menos por enquanto. À medida que esta pesquisa avança, vamos manter a esperança de que uma realidade de Homens-Pássaros ainda esteja em nosso futuro. [Pursuit of Unorthodox Ideas via Automaton]