Em dezembro, o Instagram anunciou o Direct: uma forma de enviar fotos e vídeos diretamente para pessoas específicas, não para seus seguidores. É uma forma de disputar com serviços como o Snapchat, bastante popular entre usuários que querem trocar fotos picantes.

Agora, o Vine ganhou um recurso próprio de mensagens de vídeo privadas – a maior atualização que o app já recebeu. Finalmente, mais uma forma de enviar – e receber – vídeos sensuais pela internet.

Assim como no Instagram, você pode enviar mensagens de vídeo (ou VMs) para uma ou várias pessoas ao mesmo tempo; mas aqui, isso inicia uma conversa separada com cada pessoa.

E ao contrário do Instagram, as VMs não estão limitadas apenas às pessoas que você segue: dá para enviar clipes secretos de seis segundos para absolutamente qualquer pessoa, mesmo que ela não use Vine (o link vai por e-mail). Isso não inspira muita confiança em evitar spam e cantadas indesejadas. Felizmente, você pode limitar isso: vá em Configurações > Privacidade e desative a função “Caixa de VM aberta”.

Por que o Vine ganhou um recurso que, potencialmente, estará cheio de conteúdo explícito? Bem, desde que o Vine foi lançado, ele estava repleto de pornografia. Mas a rede social, que pertence ao Twitter, vive de propaganda – e esse tipo de conteúdo não agrada muito aos anunciantes tradicionais. Então o app agora proíbe “conteúdo sexual explícito” no feed público… mas liberou vídeos sexy dentro das VMs.

Ou seja, se você usa o Vine, talvez não receba só vídeos engraçadinhos como o que ilustra o post… [Vine Blog]