Diferente da TIM, que permite a escolha de dias que a internet será usada, a Vivo preferiu criar um plano de menos de dez reais ao usuário. O limite de navegação diária, de 20MB em velocidade de 1Mbps, é o dobro do oferecido pela TIM mensal é de 20MB– após extrapolar o valor, a conexão da Vivo cairá para 32 kbps que, segundo a empresa, é o necessário para checar e-mails e conferir redes sociais (só esqueceram de colocar “com muita paciência” após o “necessário”). Mas fica claro o foco em aparelhos sem 3G, que vivem no Edge e precisam de poucos dados.

O pacote é mais um sinal de que as operadoras começam a enxergar a enorme demanda de usuários com smartphones ou celulares comuns que não aderem à planos pós-pagos. A guerra entre as operadoras é boa para o consumidor — desde que as redes estejam prontas para a enxurrada de novos usuários. Se você não sabe ao certo quanto gasta por dia de internet no celular e não quer sair gastando preciosos 10 reais de créditos assim, é possível solicitar uma degustação do serviço via SMS, enviando a palavra “GRÁTIS” para o número 1515. Se te agradar, é só enviar “INTERNET” para o mesmo número e começar a navegar — mas tome cuidado com os malditos 20MB. [Info]