Essa parece ter saído diretamente de um filme do Terry Gilliam. O cara voando com os dois pássaros realmente grandes aqui é Scott Mason. Ele usa os pássaros para detectar correntes térmicas que o ajudam a voar com o seu paraglider pelos céus do Nepal. O nome disso é parahawking.

Isso é um corvo egípcio, um Neophron percnopterus. Mason vem resgatando esses bichos desde que tinha 11 anos de idade, só que agora ele os treina para servirem como instrumentos de voo. Funciona assim: Ele carrega um na decolagem. No início do voo propriamente dito, ele solta a ave, que começa a voar à procura de correntes de ar quente ascendente.

Mason (que geralmente voa acompanhado de outra pessoa, cobrando US$ 147 por voo), manobra o paraglider para seguir o pássaro por um tempo. De vez em quando ele usa um apito para chamar o pássaro, que se aproxima pela parte de trás do paraglider e pousa no braço dele como um F18 pousaria em um porta-aviões

Mason tem outros pássaros também. Ele resgata, alimenta e cuida e voa com eles até que estejam em ótima forma, então os liberta.

Nossa, eu quero muito fazer isso também. [SFGate]