Nokaidoh, a caminho do seu turno no hospital Christus St. Joseph em Houston, Texas, lutou em vão para libertar-se conforme o elevador subia. Preso entre as portas (tipo torno) do elevador, ele foi decapitado quando o elevador passou para o andar de cima.

Este foi o fim dos problemas de Hitoshi, mas apenas o começo para a mulher que já estava no elevador quando ele parou no segundo andar. Ela assistiu impotente ao evento inteiro e ficou presa por 20 minutos com a cabeça lá dentro antes de ser resgatada. Ela precisou passar por aconselhamento psicológico por muitos meses após o incidente.

20 minutos. Pense nisso. Faz com que o ato de subir uns andares pela escada não pareça ser tão ruim, não é?

Esta é apenas mais uma prova de que máquinas já têm nos atacado há um bom tempo.

Máquinas de Comportamento Mortal: uma semana explorando a relação às vezes difícil entre o homem e a tecnologia.