Três seguranças armados fazem cara e bocas de gente malvada, andam em passos rápidos olhando para todos os lados. Armados, eles esvaziam o caixa eletrônico que fica grudado na parede, tem cadeados e um sistema anti arombamento. Tudo isso não adianta porcaria nenhuma se o Avira acha vírus no caixa e alguém conseguir acessar todos os dados digitados, não é mesmo?

E foi isso que aconteceu em Goiânia. O leitor Guilherme Hahn flagrou o Avira apitando que um trojan estava na máquina que comanda o caixa. Depois de investir tanto na segurança externa, tá na hora de fazer uma limpa mais frequente no software também, não?

Eu não sei por que o cidadão segurando legumes está comemorando tanto. Eu que não coloco meu cartão aí. [Valeu, Guilherme!]