O Instagram está trabalhando em uma nova versão do feed do aplicativo para mostrar as postagens dos usuários em ordem cronológica, em vez das postagens recomendadas por algoritmos da versão atual. A novidade foi revelada pelo gerente do Instagram, Adam Mosseri, e divulgada no The Verge.

Desde 2016, o aplicativo classifica as postagens exibidas no feed do app por meio de um algoritmo que escolhe automaticamente determinados conteúdos para exibição – a partir das preferências pessoais dos usuários ou de postagens que amigos curtem.

O problema disso é que o usuário acaba entrando em uma “bolha social”, em que ele deixa de ver postagens importantes de amigos e familiares. Isso obriga que ele tenha que entrar no perfil de cada um para saber se não está perdendo algum conteúdo.

O algoritmo também é alvo de denúncias por estar priorizando certos conteúdos que podem interferir na saúde mental dos usuários, principalmente de crianças e adolescentes.

Fazer uma pausa

A fala de Mosseri ocorreu durante uma audiência em um subcomitê do Senado dos Estados Unidos, nesta quarta-feira (8). O executivo é interrogado pelos senadores sobre questões de segurança infantil no aplicativo.

A audiência foi motivada por revelações recentes de que o Facebook – hoje batizado de Meta – sabia que o Instagram estava se tornando em um ambiente “tóxico” para adolescentes, mas que a empresa nada fez para reverter o quadro.

Um dia antes da audiência, Mosseri revelou que o Instagram estava implementando a ferramenta “Take a Break” (“Fazer uma pausa”, em inglês), que pretende notificar os usuários sobre o uso excessivo do aplicativo, e que tem como foco principal os adolescentes.

A empresa também pretende lançar uma função de controle parental para o Instagram no próximo ano, permitindo que pais controlem o uso do app pelos filhos.