Após um ano de testes, WhatsApp pode enfim lançar proteção de backup na nuvem com senha

Recurso, que está há mais de um ano em testes no iOS, deve enfim chegar aos dispositivos móveis em uma atualização futura.

Ícone do WhatsApp. Crédito: AP

Imagem: AP

Já faz um tempo que o WhatsApp adotou o uso de criptografia por toda a extensão do mensageiro. Agora, tudo indica que mais uma parte importante do app será abraçada pela tecnologia: o backup de conversas. É isso o que sugere um novo rumor apontado pelo site WABetaInfo, conhecido por revelar com antecedência novidades que podem estar a caminho do aplicativo.

É válido explicar que a criptografia já existe nos backups das conversas. Bem, quase isso. O que acontece é que o banco de dados de cada conversa, com exceção de arquivos de mídia (fotos, vídeos etc), é criptografado. No entanto, não é a mesma criptografia de ponta a ponta usada na troca de mensagens entre os usuários e, portanto, a mais segura. Além disso, quando o backup copia para a nuvem os dados do bate-papo, ele não conta com esse mesmo nível de proteção.

Segundo capturas do WABetaInfo no Twitter, é justamente aí que as coisas vão mudar na ferramenta, que deve implementar o uso de uma senha de oito dígitos para liberar o acesso ao backup de dados na nuvem. Não apenas as conversas em texto seriam beneficiadas com a novidade, mas também todo o tipo de mídia, incluindo áudios, vídeos e imagens.

O usuário ainda teria que confirmar o procedimento ao inserir um número de telefone — o mesmo utilizado no ato da inscrição no WhatsApp. Essa mesma ação pode ser obrigatória caso a pessoa decida baixar o backup de suas conversas em um novo telefone, além do código de oito dígitos definido previamente, que também será exigido para completar o processo.

Ainda não há previsão de lançamento desse novo recurso, mas ele está em fase de testes há mais de um ano no iOS. A novidade também deve chegar para dispositivos Android.

[WABetaInfo]

Sair da versão mobile