Você pode acessá-lo indo para http://46.59.1.2, ou usando o redirecionador www.wikileeks.org.uk. Há uma lista de mirror sites em wikileaks.info, e o Wikileaks avisa de mais mirrors no Twitter.

A Amazon tem um serviço de hospedagem de conteúdo que o Wikileaks usava. Ontem, a Amazon tirou o Wikileaks de seus servidores, alegando violação dos termos de uso, e agora o site está hospedado na França pela OVH. E o fundador do Wikileaks, o australiano Julian Assange, está sendo procurado pela Interpol por suposta acusação de "violações sexuais". [BBC]