A Wikimedia, organização sem fins lucrativos formada pelas mesmas pessoas por trás da Wikipedia, lançou seu novo serviço que usa a criação coletiva para formar um grande guia de viagens online chamado Wikivoyage.

Ele estava no ar desde novembro em versão beta e já conta com cerca de 50 mil artigos em nove idiomas: alemão, inglês, holandês, francês, italiano, russo, espanhol, sueco e português, e foi oficialmente lançado ontem.

O site é novo, mas a ideia não é. O mesmo conceito foi usado no passado na Wikitravel, mas o site acabou sendo vendido para a Internet Brands e perdeu vários dos seus editores. Eles voltaram a se juntar para criar a Wikivoyage – por isso, muitos dos artigos do novo serviço são iguais aos a Wikitravel.

A grande vantagem de um guia de viagens coletivo é que ele é atualizado. Guias de viagem não costumam ser – ou demoram para receberem novas versões. Um serviço no estilo da Wikipedia com pessoas do mundo inteiro podendo colocar informações sobre lugares que conheceram e atualizarem o que estiver errado. Por enquanto são poucos artigos – e o sucesso do Wikivoyage depende de uma comunidade ativa e com vontade de ajudar. [Wikivoyage via TechCrunch]