Faltando poucos meses para o lançamento oficial do Windows 11, a Microsoft segue revelando novidades da próxima versão do sistema operacional. E nesta quinta-feira (3), a companhia divulgou a ferramenta Focus Sessions, que ainda não foi traduzida para o português, e tem o objetivo de melhorar o foco e produtividade do usuário em atividade de trabalho. Uma das possíveis integrações da plataforma será com o Spotify.

A informação foi divulgada pelo chefe do Windows e de dispositivos na Microsoft, Panos Panay. A chamada “Sessões de Foco” (em tradução livre) poderá ser acessada pelo aplicativo Relógio. No caso do Spotify, demonstrado por Panay em seu Twitter, o usuário poderá criar um temporizador de foco para realizar uma determinada tarefa enquanto ouve uma playlist no serviço de streaming de música.

Por padrão, o cronômetro de tempo dura 30 minutos, mas o usuário tem liberdade para aumentar ou diminuir o temporizador para o que preferir. Também é possível definir pausas durante todo o período de trabalho ou pular esses intervalos de acordo com a rotina. Se você é adepto da técnica Pomodoro, usada para administrar melhor o tempo de trabalho com pequenos intervalos, com certeza vai se sentir familiarizado com o novo recurso do Windows 11.

Sim, já existem vários aplicativos e programas que fazem esse mesmo processo. Porém, é ótimo saber que o Windows 11 contará com essa função integrada, o que deve facilitar para assinantes do Spotify a ouvirem suas músicas favoritas direto pelo novo sistema da Microsoft. Inclusive, essa será a primeira integração de grande porte com um app de músicas desde que o Groove Music foi descontinuado em 2017.

Assine a newsletter do Gizmodo

Windows 11 chega no final de 2021

Anunciado oficialmente em junho, o Windows 11 promete trazer uma das maiores mudanças visuais na história da plataforma, incluindo uma nova barra de tarefas, uma Microsoft Store repaginada, suporte para aplicativos Android e atualizações de segurança liberadas com mais frequência. O software será gratuito para quem já possui uma licença oficial do Windows 10. Se você é um inscrito no Programa Insider, uma versão de testes pode ser baixada no seu computador ou notebook.

[Panos Panay via Twitter, The Verge]