Este ano, vimos um conceito interno da Microsoft Research para tornar a interface do Windows 8 mais útil. Basicamente, os blocos dinâmicos seriam interativos: você poderia ir direto a uma mensagem exibida no bloco do app E-mail, por exemplo; ou controlar o app Música direto da tela Iniciar.

Parece que este conceito vai sair do papel: WinBeta e The Verge afirmam que o Threshold, codinome do próximo Windows, terá live tiles interativas – semelhantes aos widgets do Android.

O WinBeta lembra que os blocos interativos serão mais simples que o conceito da Microsoft Research. Um dos recursos demonstrados era usar uma live tile para abrir um app no Windows Phone; isso não estará presente no Windows 9, “pelo menos não por enquanto”. O vídeo abaixo demonstra o conceito; saiba mais sobre ele aqui.

Os dois sites também dizem que o Windows 9 pode emprestar outro recurso do Windows Phone, além da Cortana: a central de notificações.

O Windows Phone passou muito tempo sem uma central de notificações. Ela enfim chegou na versão 8.1, e é bastante útil (com alguns poréns que discutimos no review). Esperávamos vê-la no desktop também, dado que a Microsoft planeja aproximar ainda mais seus sistemas operacionais nos smartphones, tablets e PCs.

Segundo o The Verge, estes dois recursos devem chegar à versão final do Windows Threshold, mas não estarão no Technology Preview – versão de testes antes do lançamento. Rumores dizem que a Microsoft anunciará o novo Windows no dia 30 de setembro.

Fontes dizem ao Verge que a Microsoft deve atualizar o Technology Preview uma ou duas vezes por mês para incluir mais recursos, como os blocos interativos, a central de notificações e mais.

windows phone folder

O que mais? Segundo o WinBeta, o Windows 9 pode ganhar pastas na tela Iniciar para organizar os blocos dinâmicos, assim como o Windows Phone 8.1 Update – mas não é algo definitivo.

O site ainda lembra que, dependendo do hardware, o sistema não terá área de trabalho. Em desktops, ela será o foco; em híbridos, haverá uma forma de alternar entre os ambientes desktop e Metro; e em certos tablets, não haverá mais área de trabalho.

E há os rumores que ouvimos antes: o Windows 9 deve trazer a Cortana, eliminar a barra de Charms e trazer múltiplos desktops virtuais. A Microsoft já confirmou que trará o menu Iniciar de volta, e permitirá que apps Metro rodem na área de trabalho.

A versão final do Windows 9 deve ser lançada em abril de 2015. [WinBeta e The Verge]