Steve Wozniak é um dos caras mais honestos do mundo da tecnologia. O co-fundador da Apple e talvez o mais importante para o seu sucesso inicial não tem problemas em falar bem sobre o grande concorrente da empresa que deixou há 26 anos. Enquanto Steve Jobs queria destruir o robô, Woz reclamou de problemas de seu iPhone 4S e não economizou elogios ao Android em entrevista ao Daily Beast.

“Meu telefone principal é o iPhone. Eu adoro a beleza dele. Mas gostaria que ele fizesse todas as coisas que meu Android faz. Eu realmente gostaria”, disse Woz a um dos jornalistas mais ácidos em relação a Apple dos EUA.  E o que o Android faz melhor, Woz? Para começar, ele reconhece a voz melhor que o Siri. Wozniak acha que o assistente virtual da Apple parece estar ficando mais burro com o tempo. Se no início ele respondia coisas complexas, hoje o Siri entende errado os comandos mais simples, como “ligue para lugar X”. A necessidade de uma conexão com os servidores da Apple para ser entendido também irrita o sessentão. E o fato de a navegação curva a curva ser bem integrada (e gratuita) agrada Woz. Para completar a lista de reclamações do carro-chefe da Apple, Woz disse que com a última versão do iOS a bateria do seu iPhone começou a ir embora rápido demais. Agora ele tem que desligar algumas coisas para chegar ao fim do dia.

Ainda falando sobre o Android, Wozniak apontou como vantagem a “abertura do Market”, contra o processo rigoroso da loja da Apple. Segundo o Daily Beast, Woz falou com um desenvolvedor do Foursquare que disse que o processo burocrático da Apple deixa o processo de desenvolvimento fluir lentamente, enquanto no Android os desenvolvedores poderiam lançar os programas mais rapidamente, além de fazer upgrades e ajustes em menos tempo.

No fim das contas, Woz ainda usa o iPhone como smartphone principal e continua recomendando o smartphone da Apple às “pessoas que tem medo de computador”. Mas deixa claro o quanto seu lado engenheiro de computação é atiçado pelo robô:  “Se você está disposto a se dar ao trabalho de entendê-lo um pouquinho, bem, odeio dizer isso, mas há mais coisas disponíveis em alguns aspectos.”

O co-fundador da Apple já foi diretor da empresa de Andy Rubin que deu origem ao Android (a Danger) e há tempos faz previsões sobre o sucesso do sistema do Google. O mais curioso é que Woz foi lá no Googleplex pegar o Galaxy Nexus, mas prefere o Motorola Razr, que nem tem Android 4.0. Aí sim eu achei o cara estranho. [DailyBeast]