Claro, ele estava se referindo ao Android como uma plataforma, em comparação com o iPhone rodando um sistema operacional em apenas quatro aparelhos. Apesar de dizer que o iPhone “tem pouquíssimos pontos negativos”, e que eles “não são verdadeiros problemas e reclamações”, Woz diz que são as habilidades extras dos aparelhos com Android que darão segurança e muito mercado ao sistema do Google no futuro.

Ele também deu sua opinião sobre a Nokia, dizendo que trata-se da “fabricante de uma geração passada”. É, essa doeu. [De Telegraaf via Nieuwe Mobiel via Engadget]