Todos os recursos que o seu Apple Watch vai ganhar com o watchOS 6

Monitoramento de ciclo menstrual, novas faces e app store própria são as principais novidades do watchOS 6, o sistema operacional do Apple Watch.

WatchOS 6

Captura de tela

Bem, a Apple nunca esquecerá de lembrar a você que o Apple Watch é o smartwatch que mais vende no mundo. E durante a WWDC desta ano, isso não foi exceção. Na apresentação desta segunda-feira (3), o VP de tecnologia da Apple, Kevin Lynch, subiu ao palco para revelar todas as atualizações do watchOS 6, que deve ser lançado durante o outono no hemisfério norte (entre setembro e dezembro).

O watchOS 6 será disponibilizado para todos os modelos de relógio da marca, no entanto, nem todos os recursos serão funcionais em todos os dispositivos.

Mais faces para o relógio

O Apple Watch ainda não tem tantas faces quanto os competidores com sistema Android. Dito isso, a companhia introduziu um monte de novas faces para o seu dispositivo. Tem uma face minimalista gradiente, uma face com numerais que vão mostrar a hora em diferentes linguagens, um face digital moderna, uma face com “estilo californiano” e uma face solar que mostra o “caminho do Sol ao redor do mostrador”.

Da mesma forma que acontece com a face Infograph, mostrada no ano passado, você também poderá customizar e adicionar recursos em algumas faces. É possível também ter algo que Kevin Lynch, da Apple, descreveu no palco como “sininhos”. Basicamente, se você estiver com o volume ligado, poderá ouvir um pequeno sino a cada hora”. Na demonstração, o barulho do relógio de Lynch foi de pássaros piando.

Ah, e como é junho e é o mês do orgulho gay, a Apple também mostrou uma nova pulseira para o relógio em comemoração à data.

App Store no seu pulso

Você pode baixar apps diretamente no seu relógio WearOS e Tizen (sistema da Samsung) já há um tempo. A Apple só entrou agora nessa onda adicionando uma App Store em seu relógio. Dessa forma, você não precisa gerenciar seus apps via iPhone. Em vez disso, você compra e instala apps do próprio dispositivo.

No palco, Lynch disse que você pode fazer buscas em toda a App Store do seu próprio relógio, seja por fala, pedindo à Siri ou digitando em um mini teclado.

Uma outra distinção importante: desenvolvedores poderão definir apps como exclusivos para o relógio. Anteriormente, apps para Apple Watch eram dependentes de uma versão principal presente no iPhone. Ainda bem que isso acabou.

Lynch também demonstrou alguns exemplos de como são os apps específicos para o relógio. O aplicativo de Audiobook permite navegar por capítulos, enquanto o da Calculadora facilita na divisão de conta e cálculo de gorjeta. Você também poderá gravar memorandos de voz no relógio.

Apple reformula app de Saúde e adiciona monitoramento de ciclo menstrual

Embora a Apple tenha se dedicado à saúde nos últimos anos, neste ano a empresa quis mostrar que se preocupa com outros fatores que levam ao seu bem-estar físico.

Para começar, a Apple mostrou um novo design para a tela inicial do app Saúde. Atualmente, a página inicial é uma mistura de blocos coloridos que exibem suas estatísticas. Então, ele não mostra os dados de maneira contextualizada.

Agora, com a reformulação, será possível acompanhar nove métricas principais, o que deve facilitar o monitoramento de tendências. Por exemplo, você poderá ver o que fez nos últimos 90 dias em comparação com os 365 anteriores. Se você vacilar na sua meta, a Apple vai dar uma força para você voltar a entrar na linha. Uma outra parte do redesign é a habilidade de rastrear os destaques gerados automaticamente e ver as métricas mais importantes para você.

Uma das revelações mais importantes é a de que haverá um novo aplicativo Noise que vai monitorar sua saúde auditiva. Usando o microfone do seu relógio, você pode descobrir se está em uma área prejudicial à sua audição, como um canteiro de obras ou um show barulhento. Notavelmente, a Apple disse que o aplicativo Noise foi “projetado pensando em privacidade”. Isso significa que, embora ele periodicamente monitore amostras de áudio, ele não irá gravar ou salvar dados de áudio.

Outro detalhe: a Apple também está adicionando um monitor de ciclo menstrual mais abrangente. O aplicativo Saúde atualmente permite que você registre a temperatura corporal basal, a qualidade do muco cervical, a menstruação, os resultados de teste de ovulação, etc. No entanto, o app traz uma interface excessivamente simplista. Por exemplo, você pode registrar o humor no aplicativo, e o app Saúde geralmente direciona você para opções de terceiros mais ricas em recursos.

Isso acabou. Com a Fitbit e a Garmin, você poderá agora ver dados menstruais diretamente do relógio, graças ao aplicativo Cycles. Será possível registrar sintomas e ser notificada quando sua menstruação estiver prestes a acontecer. Você também pode optar por receber notificações de quando estiver no período de fertilidade. Um bom aspecto é que o app Cycles não se limitará às donas de relógio — ele também estará disponível no aplicativo Saúde para iPhone.

Estamos falando aqui da coleta de vários dados sensíveis pela Apple. Pensando nisso, a empresa disse que a informação será criptografada e disponível apenas para os próprios usuários.

No geral, as atualizações são incrementais, um pouco atrasadas, mas boas. Esta opção de saúde auditiva não é algo que costumamos ver nos smartwatches, e ter recursos específicos para as mulheres é uma adição muito bem-vinda. E enquanto outras plataformas têm lojas de aplicativos independentes há anos, é bom ver que finalmente o watchOS terá a sua própria loja.

Sair da versão mobile