A Xiaomi anunciou hoje um smartphone gigante: o Mi Max tem tela de 6,44 polegadas e, além disso, também tem uma bateria monstruosa de 4.850 mAh.

>>> Xiaomi Mi5 é um top de linha poderoso e custa bem menos que a concorrência
>>> Xiaomi Redmi 3 ganha corpo metálico e uma bateria monstruosa de 4.100 mAh

Com um processador Snapdagon 650 ou 652, e opções com 4GB ou 3GB de RAM e 32GB, 64GB ou 128GB de armazenamento interno, ele também conta com uma câmera de 16 megapixels e um sensor de impressões digitais.

mimax-2

O aparelho gigante vai ser inicialmente lançado apenas na China. Ele chega às lojas do país na semana que vem custando a partir de cerca de US$ 229 (com Snapdragon 650, 3GB de RAM e 32GB), sendo também vendido em opções de cerca de US$ 260 (Snapdragon 652, 3GB de RAM e 64GB) e US$ 306 (Snapdragon 652, 4GB de RAM e 128GB).

MIUI 8

miui8-1

A interface da Xiaomi para o Android também vai ser atualizada, e hoje a chinesa deu alguns detalhes sobre a MIUI 8, que em breve estará disponível para seus smartphones.

A MIUI 8 adotou um novo visual inspirado em um caleidoscópio e ganhou várias pequenas funcionalidades, como a possibilidade de duplicar apps (podendo usar assim duas versões de um mesmo app, o que é muito útil para aqueles que não oferecem múltiplas contas) e também screenshots longos, que juntam mais de uma tela na mesma imagem.

miui8-2

São pequenas coisas que são possíveis ter no Android com a instalação de apps, mas fica muito mais fácil de usar quando está integrado ao sistema.

A fase de testes da MIUI 8 começa no dia 1º de junho na China, com suporte aos dispositivos Mi 2/2S/3/4/4c/4S/5/Max, toda a linha Redmi Note e Redmi e a linha Mi Note.