Hoje, às 12h, começou a venda do smartphone Redmi 2. A Xiaomi comemorou oito mil inscritos no evento de vendas online, mas a alta demanda – e algumas falhas no site – estão causando dores de cabeça.

Antes de tudo, é preciso criar uma conta Mi, e se registrar no Evento de Vendas – o acesso é aberto uma semana antes, “e se encerra à meia-noite do dia anterior à venda”.

A Xiaomi diz no Twitter que muitas pessoas não seguiram o segundo passo:

Quem se registrou precisa fazer login antes de as vendas começarem. Surge um contador de tempo, que libera o botão “Participar”. Algumas pessoas conseguiram fazer a compra:

No entanto, parece que isso não funcionou para todo mundo:

https://twitter.com/diggimenez/status/618437430027403264

Inicialmente serão vendidas apenas mil unidades, mas haverá outras chances para comprar o smartphone. Um novo evento de vendas está previsto para a próxima terça-feira (14), também às 12h; o registro será aberto ainda hoje às 18h neste link.

Só é possível fazer pagamento com cartão de crédito, seja Visa, Mastercard, American Express, Diners, Aura ou Hipercard. A Mi Brasil diz ao iG Tecnologia que vem trabalhando para habilitar a compra por boleto eletrônico, mas sem dar prazo de quando isso estará disponível.

Xiaomi Redmi 2

O Redmi 2 possui tela HD de 4,7 polegadas, processador Snapdragon 410, 1 GB de RAM e 8 GB de espaço interno (expansível por microSD). Temos aqui uma câmera traseira de 8 megapixels, frontal de 2MP e bateria de 2265 mAh.

Ele roda MIUI 6, baseada no Android 4.4 KitKat, e tem entrada para dois cartões SIM 4G. O Redmi 2 custa R$ 499 à vista ou R$ 549 em parcelamento de até dez vezes.

Os acessórios Mi Power Bank e Mi Band serão vendidos em breve, também através da loja online. [iG Tecnologia]