Nada pior que assistir um anúncio de 30 segundos para assistir a um vídeo de 30 segundos que pro mundo é mais engraçado do que pra você.

O Google e o YouTube estão reconhecendo este fenômeno da psique do consumidor e vão apresentar um botão para pular anúncios este ano.

A ideia é bastante simples: se o comercial do anunciante não gerar interesse o bastante para ser assistido pelos usuários, ele poderá ser pulado. Se o usuário não assiste à propaganda, o Google não cobra do anunciante.

Agora eu sei o que você está pensando: por que alguém assistiria um anúncio de forma voluntária? Veja a prova A, vídeo em que o rei dos infomerciais nos EUA, Ron Pepeil, faz sua mágica. Mais cativante que este vídeo de 9 minutos seria outro vídeo de 9 minutos com o Ron Pepeil.

Este modelo de anúncios que podem ser pulados inevitavelmente vai levar a propagandas melhores – pelo menos em termos de segurar a audiência por um período de tempo curto – e para nós com a força de espírito de recusar ofertas irrecusáveis dos anúncios, sobra mais tempo.

Quanto à barra Anúncios Google que surge na parte de baixo do vídeo, você sabe que já é possível fechá-la, mas melhor não fazer isso – uma barra dessas ajudou heróis a salvar o universo. [WSJ via Fast Company]