Youtuber que deu bolacha com pasta de dente a morador de rua é condenado na Espanha

Um youtuber fez uma pegadinha em que dava bolachas com recheio de pasta de dente para um morador de rua. A Justiça investigou o caso e ele foi condenado.

Youtuber ReSet

Reprodução

No ano passado, falamos aqui do caso do youtuber Kanghua Ren, 21, conhecido como ReSet, que deu bolacha com pasta de dente para um morador de rua e publicou em seu canal. Recentemente, a Justiça espanhola o condenou pelo ato.

O youtuber terá de ficar 15 meses preso e ainda pagar € 20 mil para Gheroghe L., o homem que foi vítima do desafio. Além disso, foi determinado que ele apague seu canal no YouTube e que não poderá criar novos vídeos por um prazo de cinco anos.

Apesar da pena, o New York Times diz que dificilmente Ren ficará na prisão. Isso porque réus primários na Espanha que são condenados a menos de dois anos de prisão, não costumam ser detidos.

Originalmente, o vídeo com o tal desafio foi publicado em janeiro de 2017, quando ReSet tinha 19 anos. Nele, o jovem pega biscoitos Oreo, substitui o recheio por pasta de dente e os coloca novamente no pacote. Na sequência, ele entrega ao morador de rua o item, junto com € 20. “Talvez eu tenha gastado um pouco, mas olhe pelo lado positivo: isso vai ajudá-lo a limpar seus dentes. Acho que ele não os limpa desde que ficou pobre”, diz o rapaz no vídeo.

Após toda a repercussão, ele apagou o vídeo. No entanto, segundo o EL País, enquanto estava no ar, a “brincadeira com o morador de rua” rendeu a ele € 2 mil pagos pelo Google por publicidade.

No julgamento, ReSet disse que foi uma “brincadeira” e que seu plano “não era ofender” — aliás, apenas dois dos cinco biscoitos estavam com pasta de dente, argumentou. O youtuber disse ainda que havia deixado os estudos para se dedicar ao YouTube e que ele estava indo relativamente bem na tarefa, pois acumulava 120 milhões de visualizações antes do escândalo.

Ainda que o gênero “desafio” seja muito popular atualmente, não custa nada tentar fazer algum que não seja vexatório e que ferre com a vida dos outros — sobretudo, de pessoas em situações vulneráveis, como moradores de rua.

[Gizmodo ES e EL País 1 e 2]

Sair da versão mobile