A Microsoft possui um serviço, lá fora, chamado Zune Pass. É mais ou menos como o Rdio, Spotify e Sonora: mediante uma mensalidade, o usuário ganha o direito de ouvir todas as músicas do acervo. Não só: pode baixá-las — com DRM e, mensalmente, algumas faixas permanentemente o download dessas faixas sem DRM foi removido em outubro do ano passado. O Zune Pass não funcionava no Brasil, mas parece que isso começou a mudar.

Após ler alguns relatos de assinaturas bem sucedidas do Zune Pass por brasileiros no Twitter, fomos investigar. E não é que funciona mesmo? Conseguimos assinar o serviço sem maiores transtornos, no caso o plano de testes (30 dias de uso gratuito). Havia opções de assinatura mensal e anual também.

Se a sua Conta Microsoft, antiga Windows Live ID for brasileira, a alegria para na web. Como o Zune nunca chegou por aqui oficialmente, os apps do Windows Phone e Windows 8, além do Zune Software (para Windows 7 e anteriores), não habilitam as lojas de música e vídeo e… bem, a assinatura não faz muito sentido — você só pode ouvir as músicas no zune.com, via navegador. Por sorte a minha ainda é americana, um resquício da época em que não tínhamos Xbox LIVE por aqui e, depois de assinado o Zune Pass, bastou mudar algumas configurações regionais do Windows 8 para que os apps Música, Vídeo e Jogos ganhassem vida nova:

Xbox Music a todo vapor no Windows 8.

A integração do Xbox Music (novo nome do Zune) com o app nativo do Windows 8 é bem bacana. O app Música, que sem esse login é extremamente limitado, ganha vida nova com essa conta. Dá para pesquisas músicas via Pesquisar da Charm Bar, baixar álbuns para sua coleção, ler biografias e deixar a música rolando com fotos em alta resolução dos artistas ao fundo. De quebra, graças à conta norte-americana, ainda dá para alugar e comprar vídeos (filmes e seriados) direto do app Vídeo. Os preços variam, mas o aluguel gira em torno de US$ 3~6.

Ainda não sabemos se isso é algum tipo de bug ou se, na surdina, a Microsoft Brasil começou a liberar o recurso, talvez em preparação para a estreia do Xbox Music no final de outubro junto ao lançamento do Windows 8. A maior fraqueza do Zune Pass/Xbox Music é não ser multiplataforma — ele funciona na web, Xbox 360, Windows e Windows Phone —, mas concorrência é sempre bom e com esses rumores de uma possível aquisição do Rdio pela Microsoft, faz algum sentido essa abertura maior. [Valeu Pablo Iglesias e Luiz Alberto Franco!]