Quando você engole um filme de 35mm, coisas lindas acontecem

Como parte de um projeto numa disciplina de fotografia, dois estudantes da Universidade Kingston, no Reino Unido, engoliram um filme de 35mm e deixaram seus órgãos internos fazerem o trabalho pesado por eles. Depois de “coletar” os slides em uma sala escura, eles corrigiram a prata e escanearam o filme com um microscópio eletrônico. O resultado […]

Comedor de filmes.

Como parte de um projeto numa disciplina de fotografia, dois estudantes da Universidade Kingston, no Reino Unido, engoliram um filme de 35mm e deixaram seus órgãos internos fazerem o trabalho pesado por eles. Depois de “coletar” os slides em uma sala escura, eles corrigiram a prata e escanearam o filme com um microscópio eletrônico. O resultado é adorável.

Na real, se você tem um microscópio eletrônico o desafio é produzir uma imagem que não seja bonita. Mas o processo inteiro de criação dessas imagens e a forma pouco ortodoxa com que o corpo foi usado acrescentam um pouco de diversão inesperada ao produto final. [Luke Evans and Josh Lake via Creative Review]

Comedor de filmes.
Sair da versão mobile