Poco M3 Pro 5G, com tela de 90 Hz e bateria de 5.000 mAh, chega ao Brasil por R$ 3 mil

Smartphone intermediário tem leitor biométrico na lateral, roda Android 11 e mantém a entrada P2 para fone de ouvido.

Imagens: Xiaomi/Divulgação

Lançado em maio no mercado internacional, o Poco M3 Pro 5G chegou ao Brasil. Em evento online nesta terça-feira (29), a Xiaomi anunciou o dispositivo para consumidores brasileiros, trazendo uma tela de 90 Hz, câmera tripla na parte traseira e suporte para as redes 5G. O aparelho é importado pela DL Eletrônicos, representante oficial da Xiaomi no País, e será vendido por R$ 3 mil.

A linha Poco tem um apelo semelhante ao que a Realme vem fazendo com os smartphones lançados por aqui e à estratégia da Samsung na família Galaxy A — ambas possuem uma pegada mais voltada para o público jovem, com especificações dedicadas a fotos e jogos. Começando pela tela de 6,5 polegadas Full HD+ (2.400 x 1.080 pixels) com taxa de atualização variável entre 30 Hz e 90 Hz; a mais alta é ideal para games, tornando a imagem mais fluida.

Já nas câmeras, o aparelho conta com um conjunto fotográfico triplo, sendo o sensor principal de 48 MP com abertura de f/1.79, além de uma câmera macro e um sensor de profundidade, cada um com 2 MP e ambos com abertura de f/2.4. Para a câmera frontal, temos 8 MP. Todos os quatro sensores podem gravar vídeos em 1080p a 30 fps.

Completam as especificações o processador MediaTek Dimensity 700, 6 GB de memória RAM, 128 GB de armazenamento interno (expansível via cartão microSD) e uma bateria de 5.000 mAh que, segundo a fabricante, tem autonomia superior a dois dias de uso moderado, incluindo um carregador de 22,5 Watts de potência. Na lateral, há um leitor de impressões digitais e um emissor de infravermelho, para que o celular seja usado como um controle remoto. O dispositivo mantém uma entrada P2 para fone de ouvido.

Em entrevista ao Gizmodo Brasil, Roberto Scodeler, gestor de produtos da Poco no Brasil, não confirma se o Poco M3 Pro 5G receberá futuras versões do Android — apenas disse que estão garantidas atualizações de segurança distribuídas pelo Google periodicamente. De fábrica, o dispositivo vem com Android 11 rodando a interface MIUI 12. Scodeler também afirma o smartphone será vendido no Brasil nas cores Cool Blue (azul) e Power Black (preto). A versão amarela ainda não tem previsão de ser lançada no País.

Preço e disponibilidade

No Brasil, o Poco M3 Pro 5G será vendido por R$ 3 mil. Apenas nesta terça-feira (29), dia do lançamento do aparelho, ele estará em um preço promocional de R$ 2,4 mil por meio do e-commerce oficial da Xiaomi.

Poco M3 Pro 5G — Ficha técnica:

Sair da versão mobile