John Gruber, blogueiro conhecido por cobrir principalmente a Apple, fala sobre quatro tweets que, de acordo com ele, podem indicar uma futura atualização no hardware da Apple: telas Retina Display nos Macs. Dado o relacionamento íntimo entre ele e a Apple, melhor ouvir o que ele tem a dizer.

A mais nova atualização do Mac OS X – interrompida pela Apple depois que usuários não conseguiam mais abrir programas nele - inclui cursores de alta definição. Aqui você pode ver o ícone com o dedo indicador do Mickey Mouse, redesenhado no OS X 10.7.3 para telas de alta densidade, comparado com o original. Entre outros cursores novos, estão a mão fechada (do arrastar-e-soltar) e a velha câmera do NextStep, todos re-renderizados para resolução ultra-alta.

Gruber, fanboy número um da Apple, acredita que estes ícones, aliados a relatos de Mac Minis fazendo boot em modo HiDPI depois da atualização para o 10.7.3, podem indicar que “estamos  na iminência da Apple lançar telas HiDPI para Mac e/ou MacBooks HiDPI. Isto é: Macs com Retina Display.”

Para quem chegou agora na festa, o HiDPI é um novo modo independente de resolução, criado para oferecer elementos gráficos ultranítidos sem deixá-los pequenos na tela. No modo tradicional, à medida que a densidade de pixels na tela aumenta, os elementos na tela ficam cada vez menores. Você pode notar esse efeito em um monitor de resolução bem alta.

Com o HiDPI, isso muda: o tamanho de um objeto na tela permanece o mesmo, não importa quantos pixels por polegada (ppi) você tenha na tela. Se você mantém o tamanho e aumenta o número de pixels que definem o objeto, então você os torna mais nítidos, porém não menores.

Mas o McGruber avisa: isso tudo pode acabar não se realizando, então fique cético. Um pouco. Por dentro. [Daring Fireball]