Meses após ser anunciado pela primeira vez, o LG G Watch enfim ganhou uma data de lançamento: nos EUA, entrou em pré-venda hoje por US$ 229. No Brasil, chega em julho, ainda sem preço definido. Tive a chance de mexer nele pela primeira vez. E também foi a primeira vez que vi um relógio de pulso inteligente que realmente funciona como um relógio.

A tela retangular do G Watch parece uma placa em comparação com o recém anunciado Samsung Gear Live. Ela é relativamente plana no seu pulso, e meio que tenta se adaptar ao formato orgânico do seu corpo. E compensa isso sendo bem leve. Pessoalmente, estou acostumado com relógios de todos os tipos, e esse é definitivamente mais confortável do que aqueles feitos de metal. Pude me ver correndo pelas ruas atrás de um ônibus usando essa coisa sem problema nenhum. O fato de você ter um relógio no seu pulso não vai incomodar de maneira alguma – a não ser, claro, se você for contrário à ideia geral de ter um relógio no pulso.

lg g watch hands-on (2)

Em um primeiro momento, a tela IPS perde um pouco em luminosidade e cores em relação ao display AMOLED da Samsung, mas não se engane com isso. Como um gerente de produtos da LG nos disse hoje, a tecnologia de tela de baixo consumo de energia é o que dá uma grande vantagem à LG: ele mostrará as horas por 36 horas seguidas sem acabar a bateria. E se você modificar as configurações de tela no app do G Watch, talvez consiga ter bateria por até quatro dias. É impressionante, se for real – e pode fazer com que esse relógio inteligente seja usado como um relógio, o que é bem importante.

Infelizmente, assim como no caso do Moto 360 e do Gear Live, a unidade que testei rodava um modo de demonstração, então não pude testar o Android Wear, nem o desempenho geral do G Watch. Ele mostra as mesmas telas de clima, atividades físicas, mensagens e Google Now que vimos antes – esperamos uma versão completa para avaliar melhor esses quesitos.

lg g watch hands-on (4)

Como um dos primeiros relógios Android Wear a chegar ao mercado, o LG G Watch tem muito a provar, e sem rodar uma versão completa do sistema operacional, não podemos dizer se ele realmente vai funcionar. Mas, com poucos momentos perto dele, acho que ele conseguirá ao menos provar que smartwatches são úteis.

lg g watch hands-on (3)

lg g watch hands-on (5)