Quando o Windows 8 for lançado em outubro, o Microsoft Surface não será a única opção de tablet. Teremos também o Lenovo ThinkPad Tablet 2, com 10,1 polegadas e processador Intel Atom. Mesmo voltado para empresas, ele vem cheio de funções que devem agradar a usuários comuns.

Um pouco mais grosso que o iPad (9,9mm), porém mais leve (590g), o ThinkPad Tablet 2 vem com tela de 1366×768, internet 4G LTE, câmera traseira de 8MP e frontal de 2MP, portas USB e HDMI (não são mini), e opção de caneta digitalizadora e leitor de impressão digital.

Depois de passar alguns minutos com uma amostra pré-lançamento, ficou evidente que a Lenovo está no caminho certo. Ainda há alguns pequenos problemas com a touchscreen e sua resposta aos toques, mas a empresa disse estar trabalhando nisso; no geral, o tablet parece bem rápido e ágil ao toque.

Quanto ao hardware em si, a construção é sólida, mas ele não dá uma sensação completa de produto premium por sua cobertura de plástico – que não é a mais rígida do mundo – além das proteções irritantes nas portas USB e HDMI. Mas o tablet é leve e fino, o que torna esses incômodos mais aceitáveis (especialmente considerando que este é um tablet voltado para empresas).

E como este é um tablet corporativo, pode apostar que ele tem suporte a todo tipo de periférico. Ele tem um teclado ThinkPad destacável com o conhecido trackpoint, a bolinha vermelha no teclado que comanda o cursor na tela. Isso dá uma cara de laptop ao tablet, para quem curte. E claro, você pode ligar qualquer mouse ou teclado via USB ou Bluetooth.

Voltando ao hardware do tablet: a Lenovo ainda não especifica a velocidade do processador, mas como ele não usa um processador móvel de baixa energia, ele roda o Windows 8 e programas de desktop, tornando-o mais adequado para as empresas. O preço ainda não foi revelado, e dirá se o ThinkPad Tablet 2 é um tablet para as massas quando ele chegar em outubro. [Lenovo]