Os netbooks vendidos hoje no Brasil têm basicamente a mesma configuração. Processador, memória, HD… A tela de alguns é um pouco melhor, alguns teclados mais espaçosos, outros têm conexão 3G ou são alguns gramas mais finos… Mas há um quesito em que a diferença é brutal: duração da bateria. A Info testou este ano 20 netbooks vendidos no Brasil oficialmente, e as duas primeiras posições ficaram, com sobra, para os mini PCs da Asus. 

Segundo a Info e seus testes com o Battery eater (que estressa bastante o computador), o Asus 1005HA aguentou 5 horas e 29 minutos fora da tomada. O segundo colocado, o Asus 1008HA Clamshell, ficou 3 horas e 6 minutos. Mas ele aguenta bem mais. O genial dos Eee PCs mais recentes é que com um atalho rápido (tecla function + espaço) dá para mudar o perfil de uso, de economizador de bateria a super performance. Se você usar mudando à medida da sua necessidade, e desligar o Wi-Fi quando não estiver usando, chega-se a um tempo bem maior de bateria. Fiquei duas semanas com um desses e cheguei a ficar com ele ligado 6 horas até a bateria morrer.

Os outros da lista são, pela ordem, Positivo Mobo 3G, LG X120 e Dell Mini 10 (o que eu tenho, por sinal). É claro que cada um tem alguma pequena vantagem, como um teclado um pouco mais confortável – caso do Dell e do HP, que não aparecem na lista -, ou o modem 3G integrado, como no Mobo. Mas em performance eles são muito, muito parecidos. E, na balança, a imensa vantagem dos netbooks da Asus em relação à vida de bateria (além de os últimos modelos, especialmente o 1008HA, serem lindos e finos) justificam o título do post. [Info]