A Nokia vendeu a divisão de celulares para a Microsoft, mas ainda está na atividade: ela instala antenas de celular pelo mundo, oferece o Here Maps e conta com a divisão de Tecnologias para trabalhar com patentes e inovações. Por anos, esta divisão foi responsável por funções de hardware e software, e sua mais nova criação é o Nokia Z Launcher: uma opção minimalista para acessar seus apps, contatos e páginas da web.

Ele organiza tudo em uma lista automática de seis itens: o launcher percebe o que você mais usa em cada momento do dia, e exibe na tela. Isso vale para apps, contatos e páginas da web mais acessadas por você.

Na parte superior, há a hora/data e seu próximo compromisso no calendário; eles servem de atalho para o app de relógio e de calendário. E na parte inferior, há cinco atalhos fixos que você pode definir.

E como acessar outros apps? O Z Launcher tem reconhecimento de escrita chamado “Scribble”, então basta escrever com seu dedo o nome do app: por exemplo, para abrir o Twitter, escreva “T”, “W”, até ele aparecer. Isso também exibe opções de contatos e páginas da web.

nokia z launcher 2

O Z Launcher não está disponível na Play Store: no seu Android, acesse go.zlauncher.com, toque em Download e instale. (É preciso também ir em Configurações > Segurança e ativar a opção “Fontes desconhecidas”.)

Ele é compatível com smartphones rodando Android 4.1 ou superior (não é otimizado para tablets), e por enquanto não roda em dispositivos com root. Para voltar ao launcher antigo, basta tocar no botão de engrenagem no canto superior direito e escolher “Redefinir o launcher padrão”.

A Nokia requer que você faça login com sua conta do Google, mas diz que isso serve apenas para acompanhar quantas pessoas se interessam em baixar o app. A empresa diz que o Z Launcher envia dados anônimos de uso para a nuvem, a fim de melhorar seu algoritmo. Ele não requer conexão constante à internet, no entanto.

Por que a Nokia está fazendo um launcher para Android? No FAQ, a explicação é vaga: “estamos criando uma experiência móvel mais personalizada e contextual”.

Mas o gerente de produto Brook Eaton diz ao Verge que “agora podemos explorar novas formas de chegar ao mercado sem primeiro colocar isso em nossos produtos… não estamos mais algemados”. Ou seja, esta seria uma forma de inovar em smartphones sem a obrigação de lançar isto primeiro nos próprios smartphones – já que a Nokia vendeu essa divisão para a Microsoft.

O Z Launcher está disponível em quantidade limitada de downloads: se você ficou interessado, baixe-o o quanto antes. A Nokia promete atualizá-lo nos próximos meses com mais recursos. [Z Launcher via BGR e The Verge]