O plano vem dentro de um pacote de medidas para melhorar a situação dos aeroportos para as férias de julho. Mesmo assim, Gleisi disse que “se não for possível no início, que seja no final das férias, pelo menos nos principais aeroportos do país”. Dentro do plano de expansão de aeroportos para a Copa do Mundo, a previsão é de que até 2014, todos os aeroportos de cidades-sede tenham Wi-Fi grátis.

Atualmente, usar internet sem fio em aeroportos depende exclusivamente da Vex, empresa presente em vários estabelecimentos, mas que cobra uma quantia mensal para o uso de sua rede — ou a utilização de um voucher para determinadas horas de navegação. Aqui em São Paulo, o sistema pode funcionar bem em restaurantes e cafés, mas costuma dar dor de cabeça em aeroportos — o sinal é baixo e é preciso ter muita paciência. Felizmente, as coisas podem mudar — para melhor. [G1]