Em 1984, Steve Jobs comprou a Jackling House de estilo arquitetônico colonial espanhol, com 14 quartos e 1600 m2. Construída em 1926 pelo gigante da mineração de cobre Daniel Jackling, muitos a consideram histórica, mas Jobs na verdade nunca gostou muito da casa.

Como citado pelo NYT, Jobs disse sobre Jackling: ”Ele era um cara muito rico. Infelizmente, ele não tinha muito bom gosto".

Ele planejava demoli-la e construir algo menor e mais novo sobre o terreno, então Jobs parou de cuidar dela a partir do ano 2000. Ele saiu de lá no início da década de 90, alugando a casa e depois deixando a mansão apodrecer (as fotos nojentas tiradas pelo fotógrafo Jonathan Haeber podem ser vistas aqui). E em 2004 Jobs finalmente conseguiu a permissão de demolição.

Mas um grupo chamado Uphold Our Heritage se apresentou e o desafiou em corte. Eles venceram e a casa tem ficado lá apodrecendo desde então.

De algum modo, em um fenômeno de política distrital misturada com política estadual, a decisão voltou à tona. A junta votou 6 a 1 a favor de Jobs. Assim, considerando que ninguém mais vá bolar um plano para bloquear Jobs novamente, o debate terá o seu fim. E a casa também. [Fortune e AppleInsider via SiliconAlleyInsider]