O texto atual do Marco Civil da Internet prevê que as empresas precisarão instalar data centers no Brasil, a Microsoft se adiantou um pouco e anunciou a operação local do Windows Azure.

O serviço de infraestrutura na nuvem da Microsoft está disponível no Brasil desde 2010, mas a partir do começo de 2014 ele será hospedado no Brasil. Isso significa que todos os dados e informações para clientes do Brasil e de toda a América Latina estarão fisicamente em servidores instalados no Brasil – em uma cidade do estado de São Paulo que não foi especificada pela Microsoft.

A instalação dos data centers por aqui não foi motivada especificamente pela possibilidade da exigência do Marco Civil, mas a Microsoft já estará preparada para isso caso o texto seja aprovado da forma como está hoje

Na prática, a presença dos servidores em solo brasileiro deve melhorar a questão da latência de 10 a 20 vezes – o que significa, por exemplo, que o acesso a serviços que usam a infraestrutura do Windows Azure no Brasil pode ficar mais rápido para usuários brasileiros.

A estrutura em São Paulo deve ser apenas a primeira da Microsoft no Brasil. Durante o anúncio, feito na tarde desta quarta-feira na capital paulista, a empresa citou os data centers no “sul do Brasil”. Steven Martin, gerente geral de Windows Azure da Microsoft, disse para “ficarmos ligados” nos próximos meses. Aparentemente a Microsoft ainda instalará data centers em outra região do Brasil.

Atualmente, a Microsoft diz ter 3,5 mil clientes brasileiros usando a infraestrutura do Windows Azure. O serviço é voltado para todos os tipos de clientes: pessoas físicas, pequenas empresas e grandes corporações. O preço do serviço não deve ser muito diferente do cobrado pela Amazon Web Service, que opera localmente no Brasil há dois anos.