O Windows tem um punhado de ótimos utilitários e embora a gente não consiga viver sem alguns deles, tem um lugarzinho especial nos nossos corações reservado para programas mais simples, que apenas aperfeiçoam o Windows em vez de acrescentar-lhe novos recursos. Aqui estão os 10 melhores apps que pegam recursos nativos do Windows e os deixam melhores.

10. MenuUninstaller

MenuUninstaller

A menos que você faça viagens regulares ao Remover Programas e os desinstale em lote, é bem provável que você se depare com programas indesejados quando está no menu Iniciar. Em vez de fazer o caminho via Painel de Controle até o Remover Programas só para desinstalar uma coisinha, o MenuUninstaller coloca a opção “desinstalar” no menu de contexto. Simplesmente clique com o botão direito do mouse em um atalho ou executável, clique em Uninstall e espere o app ser desinstalado. Geralmente ele funciona muito bem. Entretanto, se você quiser algo mais poderoso, pode contar com outras alterantivas — como o Revo Uninstaller, que é capaz de remover todos os resquícios de um programa com apenas um clique.

9. MiniBin

MiniBin

Se você curte manter a área de trabalho limpa (e quem não gosta?), aquele ícone da Lixeira no canto superior deve deixá-lo maluco. Mesmo que não seja o caso, você pode não gostar da forma com que ele lida com exclusões. Ambos os problemas são sanáveis com o MiniBin. Ele move a Lixeira para a bandeja do sistema e faz ajustes no funcionamento dela. Você pode dar um clique duplo no ícone da bandeja para esvaziar a Lixeira, e ocultar a confirmação e a barra de progresso para essa ação, além de tirar aqueles barulhinhos chatos. O app ainda tem uma opção de otimização da CPU para computadores mais velhos.

8. XnView Shell Extension

XnView Shell Extension

Se o painel de visualização do Windows Explorer não lhe agrada, você ainda pode ter uma rápida pré-visualização de imagens com um programa como o XnView Shell Extension. Ele não só mostra uma miniatura da imagem quando ela é clicada com o botão direito no Windows Explorer, como também acrescenta opções ao menu de contexto para converter a imagem, defini-la como papel de paprede e outras coisas. Se achar que ele polui demais o menu de contexto, você também pode tentar o FastPreview, que só traz o recurso da miniatura.

7. OpenWith Enhanced

OpenWith Enhanced

Quando o Windows não sabe como abrir um determinado formato de arquivo, ele faz o melhor que pode para oferecer-lhe programas capazes — mas não consegue ir além dos que estão instalados na máquina. O OpenWith Enhanced acrescenta alguns recursos ao menu de “Abrir com…” do Windows, como a capacidade de recomendar outros programas da Internet. Ele também informa quais programas têm mais probabilidades de abrir o arquivo, então você tem mais chances de acertar na escolha e, de quebra, ir direto à página de download, direto do menu “Abrir com…” Ainda é possível, com esse programa, limpar a área “Abrir com” do menu de contexto para qualquer tipo de arquivo, o que é bem útil.

6. Jumplist Extender

Jumplist Extender

As jumplists ainda são um dos melhores (e mais subestimados) recursos do Windows 7. Se você conseguir encaixá-las em sua rotina de trabalho, elas podem dar um belo gás na sua produtividade. Porém, você ficará preso ao que as jumplists oferecerem de primeira. O Jumplist Extender permite a você criar novos itens para as jumplists para qualquer programa. Você pode configurar o novo item para realizar uma combinação de teclas, executar uma ação via linha de comando ou até mesmo um do AutoHotkey (o que significa que ele permite a você fazer qualquer coisa). Ele torna as jumplists ainda mais úteis e permite adequá-las para o seu fluxo de trabalho.

5. Process Manager

Process Manager

Apesar de o Process Manager se apresentar como uma forma fácil de forçar o fechamento de programas a partir do menu de contexto, ele faz muito mais do que isso. O Process Manager acrescenta opções ao menu do sistema para praticamente qualquer aplicativo, permitindo a você fechá-lo, escondê-lo, minimizá-lo para a bandeja (perto do relógio), deixá-lo transparente etc. Você pode até mesmo forçar o fechamento de todos os aplicativos que estiverem rodando ou esconder todos os que estão em execução, para o caso de seu chefe pintar de surpresa na sua sala e você não quiser que ele veja todas essas abas do Reddit e páginas de humor no Facebook. É, no fim das contas, apenas mais uma maneira de gerenciar o mar de janelas que se acumulam no decorrer do dia. Claro, se você precisar de algo mais robusto para essa tarefa, pode recorrer a um gerenciador de tarefas de terceiros também.

4. QTTabBar (e outros add-ons para o Explorer)

QTTabBar

O Windows Explorer deixa muito a desejar, e mesmo que você possa instalar um Explorer alternativo a qualquer momento, existem também ótimos add-ons para o Explorer original que aperfeiçoam seus recursos nativos. A QTTabBar é um dos melhores, acrescentando abas no topo da janela, em adição a outras úteis opções como copiar o caminho de uma pasta, atalhos no teclado personalizados e muito mais. Se isso não for pra você, tente o Better Explorer, que acrescenta uma interface parecida com a Ribbon (a mesma do Explorador de Arquivos do Windows 8). Se tudo o que você quiser, porém, for algumas melhorias mais discretas, o CustomExplorerToolbar acrescenta e remove botões da barra de ferramentas do Windows Explorer para você.

3. Bins

Bins

As “Stacks” do Mac OS X são um dos recursos mais legais da dock. O Bins traz essa funcionalidade ao Windows, permitindo que você fixe praticamente qualquer coisa à barra de tarefas. Fixar um “bin” significa que ao clicar no ícone, um balão com outros ícones se abre, o que é ótimo para manter a barra de tarefas organizada. Ele também permite fixar arquivos e pastas à sua barra de tarefas, algo que faz muita falta no Windows. Se você não gostar do Bins, o 7stacks e o StandaloneStack são ambas ótimas alternativas para ter essas pilhas de ícones no Windows, e o Taskbar Items Pinner lhe dará o recurso de fixar documentos na barra de tarefas.

2. Fences

Se você recorre à área de trabalho para guardar seus arquivos, mas precisa de um pouco mais de organização do que o padrão, o Fences é para você. Esse app permite a você organizar diferentes tipos de ícones em caixas virtuais na área de trabalho, ocultar e exibir rapidamente todos os seus ícones e até mesmo detectar automaticamente que tipos de arquivos devem ir para onde. É uma das melhores maneiras de manter a área de trabalho organizada, e um dos primeiros programas que instalo em qualquer computador com Windows.

1. Teracopy

Teracopy

Você talvez não perceba, mas o método padrão que o Windows usa para copiar arquivos é bem lento, sem falar que não é muito confiável. Ele não lhe diz o que foi copiado com sucesso e o que não foi, ele não deixa você pausar e continuar transferências (até o Windows 7, pelo menos) e não permite otimizar o processo para que ele aconteça o mais rápido possível — tudo o que o Teracopy faz lindamente. É a melhor forma de transferir arquivos em uma máquina Windows, e o melhor de tudo, ele se integra intimamente ao Windows Explorer. Tudo o que você precisa fazer é instalá-lo e todas as cópias futuras serão feitas através do processo de cópia mais rápido e mais avançado do Teracopy. Instale, esqueça e torne a sua vida mais simples.

Bônus: ShellExView

ShellExView

Após instalar todos esses tweaks, é bem provável que o seu menu de contexto tenha crescido assustadoramente. Não tem problema se você usa muitas opções através dele, mas se não for o caso, dá para reduzi-lo com o ShellExView. Achamos quase irresponsável não fazer sequer uma menção a ele considerando o tanto de adições ao menu de contexto que há neste post, então o colocamos como uma ferramenta bônus. Também recomendamos uma lida neste guia sobre como limpar o menu de contexto do Windows, dos nossos amigos do How-To Geek, que detalhe várias formas (do ShellExView à manipulação direta do Registro) de ajustar os menus de contexto ao seu agrado.

***

Como dissemos, há ótimos utilitários de sobra no Windows, mas existe algo em programas que melhoram ferramentas nativas do Windows que nos atrai muito. Claro, existem muitos outros por aí — de coisas bem de nicho como o MediaTab até programas completamente separados como o 7-Zip. Se você conhece um “melhorador” do Windows que não citamos neste post, comente aí.