Há quase um século dirigíveis flutuaram pelo Empire State Building. Mas agora que o dirigível de alumínio do futuro está entre nós e quase pronto para carregar passageiros, é hora de voltar no tempo para lembrar daquela época em que zepelins eram o futuro das viagens.

Abaixo está uma coletânea de imagens da primeira metade do século 20 – se você sentir falta de alguma, pode postá-la nos comentários!


“La France”, um dirigível do exército francês. Foi o primeiro completamente controlável e projetado pelo Capitão Charles Renard e o Tenente Arthur Krebs. A foto é de 1884.

La France Dirigible

Foto: Hulton Archive/Getty Images


“La Ville de Paris”, um dos primeiros dirigíveis, construído por Henri Deutsch, um empresário francês do ramo do petróleo. Foto de cerca de 1904.

ku-xlarge (1)

Foto: Bain News Service/Library of Congress


4 de julho de 1908: o mais famoso de todos os dirigíveis, o Zeppelin, inventado pelo Confe Ferdinando von Zeppelin (1838-1917). Ele voou pela primeira vez em 2 de julho de 1900.

ku-xlarge (3)

Foto: Bain News Service/Library of Congress


O Conde Ferdinand von Zeppelin com a Condessa Zeppelin.

Count Zeppelin

Foto: Central Press/Getty Images


Um dirigível zeppelin alemão voa sobre o território dos Bálcãs durante a Primeira Guerra Mundial, no fim da década de 1910. Eles eram enviados para aumentar o moral das tropas e também para missões de reconhecimento.

A Zeppelin Flies Over The Balkans

Foto: Hulton Archive/Getty Images


Setembro, 1912: militares preparam o lançamento de um dirigível do exército.

Army Airship

Foto: Topical Press Agency/Getty Images


Um grupo de homens a bordo de um dirigível em algum momento entre 1915 e 1925.

ku-xlarge (8)

Foto: Detroit Publishing Co./Library of Congress


Um zeppelin capturado por holofotes durante um bombardeio em 1916.

German Airship

Foto: Hulton Archive/Getty Images


1917: um dirigível britânico preso ao seu ancoradouro.

Airship

Foto: Topical Press Agency/Getty Images


Fevereiro de 1919: A estrutura de um zeppelin em construção na Short Brothers Works em Belfast.

Frame Of Zeppelin

Foto: Topical Press Agency/Getty Images


Duas garotas que trabalhavam na Short Brothers Works construindo zeppelins em 1919.

Zeppelin Girls

Foto: A. R. Coster/Topical Press Agency/Getty Images


O interior de um zeppelin sendo montado na Short Brothers Works em 1919.

Inside Gas Bag

Foto: A. R. Coster/Getty Images


Março de 1919: o dirigível britânico R33 em seu hangar enquanto se prepara para o seu primeiro voo no aeródromo de Barlow, Yorkshire.

Woolwich Carnival

Foto: R. Humphrey/Topical Press Agency/Getty Images


Agosto de 1919: um modelo do R-43 no carnaval de Woolwich. Ele foi o primeiro dirigível a cruzar o atlântico em julho do mesmo ano.

Airship R33

Foto: Topical Press Agency/Getty Images


Fevereiro de 1923: um dirigível da Marinha dos EUA cheio de hélio, o “Los Angeles”, anteriormente conhecido como ZR3, foi construído por alemães como parte das reparações pós-guerra.

A Dirigible

Foto: Topical Press Agency/Getty Images


Por volta de 1925: por dentro do dirigível R101. Ele tinha o maior espaço interno oferecido para passageiros entre todos os dirigíveis já feitos.

R 101 Lounge

Foto: Hulton Archive/Getty Images


Setembro de 1928: o Graf Zeppelin (D-LZ 127, ou Deutsches Luftschiff Zeppelin #127) sendo construído.

Graf Zeppelin

Fotos: Fox Photos/Getty Images


Uma cabine de descanso e a cozinha do Graf Zeppelin (1928).

Zeppelin Interior

Fotos: Fox Photos/Getty Images


Garotos com um zeppelin de brinquedo (1928).

Model Zeppelin

Fotos: Fox Photos/Getty Images


1929: o dirigível britânico R-100 voa através de uma camada de nuvens. Ele foi abandonado após um acidente com o R-101 em 1930.

Storm Clouds

Foto: General Photographic Agency/Getty Images


Outubro de 1929: o dirigível R101 sobrevoa a cidade de Bedford, na Inglaterra. Foi o seu primeiro voo.

Aboard R-100

Foto: Central Press/Getty Images


9 de outubro de 1929: passageiros jogam cartas e olham a vista por cima de Yorkshire a bordo do R100.

R-101 In Flight

Foto: Topical Press Agency/Getty Images


Funcionária prepara um prato na cozinha do R-100

R100 Kitchen

Foto: Topical Press Agency/Getty Images


Passageiros observam as janelas do R100, criado para competir com os grandes cruzeiros da época.

R 100 Viewing

Foto: A R Coster/Getty Images


Membros da Conferência Legislativa de Domínio jantam no R101.

R 101 Dining Room

Foto: Central Press/Getty Images


Abril de 1930: uma vista aérea do Graf Zeppelin voando por cima do Estádio de Wembley, em Londres, durante a final da Copa da Inglaterra em 1930

Wembley Zeppelin

Foto: Central Press/Getty Images


O Graf Zeppelin por cima de Jerusalém em 1931

ku-xlarge (28)

Foto: American Colony (Jerusalem). Photo Dept./Library of Congress


Esta estereografia de 1931 diz: “encontro do Graf Zeppelin com o deserto e as pirâmides de mais de 4.000 anos de idade do Egito.”

ku-xlarge (27)

Foto: Keystone View Company/Library of Congress


Este é o dirigível USS Akron, da Marinha dos EUA. ELe estava no seu terceiro ano de atividade quando uma violenta tempestade fez ele cair no Oceano Atlântico pouco depois da meia-noite do dia 4 de abril de 1933, próximo à costa de Nova Jersey. O desastre tirou 73 vidas, mais do que o dobro do desastre de Hindenburg que ocorreu quatro anos mais tarde.

ku-xlarge (30)

Foto: National Naval Aviation Museum


1937: o Hindenburg (D-LZ-129) voa por cima de Manhattan no dia 6 de maio de 1937. Algumas horas depois, ele entrou em chamas após uma tentativa frustrada de pouso em Lakehurst, EUA.

DEU USA HINDENBURG JAHRESTAG

Foto: AP


1937: O desastre do Hindenburg em Lakehurst, Nova Jersey, marcou o fim dos dirigíveis com passageiros. O Zeppelin pegou fogo e caiu matando 36 pessoas.

ku-xlarge (31)

Foto: Arthur Cofod


Imagem de topo: O Hindenburg flutua pelo Empire State Building em Nova York.