Buckminster Fuller foi um designer, futurista e humanitário, desde a sua cúpula famosa em Ohio, nos EUA, até seu mapa Dymaxion. Todos os anos, o Instituto Buckminster Fuller homenageia o legado do visionário com uma competição que mostra soluções geniais para problemas globais.

A competição internacional visa reconhecer trabalhos de design que solucionam problemas em “escala de sistema” – ideias que podem ser facilmente replicadas e amplamente implementadas. Selecionamos seis dos mais notáveis finalistas deste ano e falamos sobre eles abaixo – mas você também pode conferir todos os semifinalistas aqui. Um deles levará US$ 100.000 em uma cerimônia a ser realizada nos próximos meses. No ano passado, o prêmio principal foi para um pacote de produtos baseado em cogumelos. [BFI]


Algal Turf Scrubbing

Divulgação

Algas crescem rápido, exigem pouco ou nada de manutenção e podem servir como um biofiltro para lugares poluídos. Esta tela pode ser aumentada com centenas de espécies de algas que levam oxigênio e nutrientes para água contaminada, gerenciam o escoamento em usos agrícolas e também podem servir como fertilizantes ou combustível quando colhidas e secas.


Living Breakwaters

Divulgação

Essa é mais uma das várias propostas feitas para proteger a Costa Leste dos EUA de enchentes devido à mudança climática. Esse plano se concentra especificamente na região de Staten Island, e a construção de diversas intervenções como pesca revitalizada e oportunidades de lazer não apenas criaria barreiras físicas para a água, mas também ajudaria a conectar moradores aos desafios ecológicos que eles enfrentam.


Clínica Flutuante no Lago Tanganyika

Divulgação

A Bacia do Lago Tanganyika faz parte da rede do Rio do Congo na África, uma imensa bacia hidrográfica que é a segunda maior do mundo. Uma instalação flutuante para medicina e pesquisa pode viajar para lugares não acessíveis por estradas, oferecendo treinamento médico e de comunicação para espalhar informação de vilas remotas para vilas remotas.


Sistema Biobolsa

Divulgação

Esta “geo-membrana” é um biodigestor anaeróbico que pode converter resíduos orgânicos em fertilizantes e biogás para fazendeiros usarem na produção de energia. O conceito foi projetado por fazendeiros da América Central e Sul, onde florestas são dizimadas em nome da produtividade agrícola.


Fuego Del Sol Haiti

Divulgação

Os fogões do Haiti são quase que exclusivamente a carvão – uma fonte de combustível suja, não sustentável que também é extremamente prejudicial para a saúde do país. O Fuego Del Sol transforma resíduos em combustível sustentável e trabalha com mulheres para distribuir o combustível por todo o país.


Membrana Multifuncional

Divulgação

Este protótipo para “peles” arquitetônicas funciona como membranas vivas para prédios que podem abrir ou fechar com base na disponibilidade de elementos como luz e calor. O objetivo é implementar isso em climas que dependem em sistemas caros e ineficientes de AVAC para diminuir custos e aumentar a qualidade do ambiente.