Contamos bastante com nossos navegadores no dia a dia e um problema com ele pode ter um impacto na produtividade (ou no seu lazer). A boa notícia é que resolver problemas nos browsers não é difícil – o processo é parecido para muitas das situações.

Os navegadores de hoje vêm com uma variedade de ferramentas para se manterem em forma também. Isso facilita deixar tudo em ordem de forma mais rápida.

Aqui estão alguns dos problemas mais comuns que você pode encontrar em seu navegador, e o que você deve fazer para resolvê-los.

1. Navegador lento e páginas que demoram a carregar

Opção de redefinir configurações do Microsoft EdgeCaptura de tela: Gizmodo

Contando que a sua conexão com a internet esteja boa (que você pode conferir aqui), o baixo desempenho do navegador e o carregamento de páginas podem ter uma série de causas.

Verificando atualizações

É provável que o seu navegador esteja atualizado, mas não custa verificar.

No Google Chrome procure pelo botão de opções, clique em Ajuda e depois Sobre o Google Chrome.

No Firefox, o caminho é bastante parecido pelo Windows: botão de opções, clique em Ajuda e depois Sobre o Firefox. No macOS, clique em Firefox na barra superior e em Sobre o Firefox.

Para usuários que quiserem saber a versão do Edge, vá até o menu, selecione Ajuda & Feedback e Sobre o Microsoft Edge.

No Safari, do macOS, clique em Safari na barra superior e em Sobre o Safari.

Cuidando das extensões

Pode ser que uma extensão esteja prejudicando o desempenho do seu navegador. Desativar os plugins é algo que você pode tentar para ver se as coisas melhoram.

No Chrome, clique no menu de opções, navegue até o menu Mais ferramentas e depois clique em Extensões.

No Firefox, vá até o menu de opções e clique em Extensões. É o mesmo caminho para o Edge.

No Safari, clique em Safari na barra superior, depois em Preferências e navegue até as Extensões.

Cache e cookies

Se não for uma extensão a culpada pela lentidão, talvez dados de cache corrompidos. Você pode se livrar desses arquivos temporários e dar ao seu navegador um recomeço – será preciso fazer login em todos os serviços novamente.

No Chrome, abra o menu, vá até Configurações e, em seguida, escolha Limpar dados de navegação.

No Firefox, vá ao menu, escolha Preferências, depois Privacidade e Segurança e Limpar dados.

Para o Edge, o caminho é em Configurações, Privacidade e Serviços, e Escolha o que limpar na opção Limpar dados de navegação.

No Safari, navegue até as Preferências, Privacidade, e Gerenciar Dados do Site.

Em todos os casos, o negócio é focar no cache e cookies. No Safari a opção de cache está oculta – você precisa navegar no menu Avançado no painel de Preferências e marcar a opção Mostrar menu Desenvolver na barra de menus. Depois disso, procure pela opção Desenvolvedor na barra de menus e selecione Esvaziar Caches.

Restaurando o navegador

Se você ainda estiver com problemas, desinstale e reinstale seu navegador – se uma reinstalação limpa não funcionar, provavelmente é além do seu browser que está afetando o desempenho. Este algo pode ser malware, o que discutiremos em mais detalhes abaixo.

Chrome, Firefox e Edge possuem uma opção para dar um reset.

No Chrome, vá até as Configurações, clique em Avançado e navegue até o final para encontrar a opção Restaurar configurações para os padrões originais.

Se você usa o Firefox, esta opção está no menu de opções, Ajuda, Informações para resolver problemas e Restaurar o Firefox.

No Edge é só escolher Restaurar Configurações a partir do menu principal de configurações.

2. Sugestões de URL que você não quer ver

Sugestões de páginas na barra de endereços do ChromeCaptura de tela: Gizmodo

Em suas viagens pela web, pode ser que apareçam sugestões de URLs que você não queira ver ao digitar os links na barra de endereço. A maneira mais abrangente de limpar essas sugestões é apagar seu histórico de navegação, usando os métodos de limpeza de dados que descrevemos na última dica.

Se você quiser remover uma única sugestão de URL sem apagar todo o seu histórico de navegação, você pode fazer isso no Chrome, Edge e Firefox. No Chrome ou Edge, digite um endereço até ver a sugestão, depois use a tecla de seta para descer e então pressione Shift+Delete (ou Shift+Fn+Delete no Mac). Para o Firefox, o processo é o mesmo, exceto que você só precisa pressionar Delete (ou Backspace).

No Edge, Safari, Chrome e Firefox também é possível mergulhar no histórico de navegação e remover o site manualmente. Porém, a opção da barra do navegador pode ser mais fácil se houver uma sugestão em particular que você não quer ver, e você não quer desativar o recurso de auto-sugestão por completo.

3. Páginas que não aparecem como o esperado

Opções de limpeza de dados do Microsoft EdgeCaptura de tela: Gizmodo

Pode ser que algumas páginas apareçam quebradas e a culpa ser do seu navegador. A culpa também pode ser com servidor que mantém a página, a sua conexão com a internet ou algo completamente diferente.

Depois de tentar atualizar a página, a primeira peça do quebra-cabeças é tentar carregar a mesma página em outro navegador ou em outro dispositivo (se for possível). Isso ajudará a descobrir se o problema é com o seu browser. Se não for esse o caso, o jeito é esperar.

Outro sinal de alerta é se o problema está restrito a uma página ou endereço web específico ou em muitos sites. Se o problema persiste em várias páginas, é mais provável que algo esteja errado com seu navegador, ou que sua conexão com a internet não esteja funcionando direito. Tentar usar um navegador diferente deve ajudar a resolver essa questão.

Se você conseguir descobrir que a fonte do problema é o seu navegador, tente limpar o cache de arquivos local, como descrevemos na primeira dica acima – isso forçará o programa a recarregar tudo na página e deverá corrigir o problema. Caso contrário, desativar sistematicamente as extensões uma a uma (veja a primeira dica acima), ou desinstalar e reinstalar seu navegador geralmente funciona.

Menu de Aparência e Idioma do FirefoxCaptura de tela: Gizmodo

Mas há outras razões pelas quais certos sites podem não funcionar direito e às vezes a correção é mais básica do que você pensa. Você já deu zoom uma página sem querer, por exemplo? Se for esse o caso, você verá uma lupa ou etiqueta de porcentagem na barra de endereços do Chrome, Firefox e Edge – é só clicar sobre essa opção para redefinir o nível de zoom; no Safari, clique no menu Visualizar na parte superior.

Há também várias outras configurações que podem afetar como as páginas da web aparecem na tela, embora variem de navegador para navegador. No caso da Microsoft Edge, por exemplo, escolha Aparência no painel de Configurações e você pode ajustar as fontes e as cores usadas para os sites.

Você encontrará opções similares no menu Aparência no painel Configurações do Google Chrome, e sob Idioma e Aparência na guia Geral na página Preferências do Mozilla Firefox. O Safari não oferece o mesmo tipo de customizações.

4. Autocompletar não funciona corretamente

Menu autocompletar do SafariCaptura de tela: Gizmodo

Um dos bugs que surgem constantemente nos fóruns de suporte é algum tipo de mau funcionamento no recurso de preenchimento automático, presente na maioria dos navegadores. As coisas desaparecem, ou não salvam, ou não funcionam como esperado.

Antes de mais nada, verifique se o recurso está ligado.

No Chrome, vá até as Configurações e procure pelo menu Preenchimento automático na barra lateral.

No Firefox, vá até as Preferências, clique no menu lateral Privacidade e Segurança e navegue até Contas e Senhas.

Para o Edge, clique em Configurações e depois em Perfis.

No Safari, abra as Preferências e clique no menu Preenchimento.

Se o recurso estiver habilitado, os suspeitos habituais são os dados corrompidos em algum lugar nos logs do navegador, ou uma extensão de terceiros que interfere na funcionalidade (especialmente um gerenciador de senhas). Limpe o cache e verifique suas extensões conforme exposto em nossa primeira dica acima, e se você identificar uma extensão que esteja causando problemas, veja se há uma atualização para ela em vez de removê-la completamente.

5. Navegador fecha sozinho repetidas vezes

Menu de atualização de software do Windows 10Captura de tela: Gizmodo

Se seu navegador continuar travando do nada, volte à primeira seção desta lista e tente seguir os passos listados por lá, porque muitas das etapas de solução são as mesmas. O seu navegador está atualizado? Suas extensões estão todas funcionando corretamente? Você precisa reinstalar ou reiniciar seu navegador?

Para encerramentos repentinos em vez de lentidão geral, as extensões ou mesmo sites específicos geralmente são os culpados. Se você estiver rodando uma versão beta do seu navegador, tente mudar de volta para a versão estável para ver se isso ajuda.

Outras coisas do seu sistema também podem estar causando problemas de compatibilidade. Você acabou de instalar uma impressora e os navegadores passaram a travar? Você tem certeza que isso aconteceu? Infelizmente, não é muito fácil descobrir exatamente quais outros fatores podem estar envolvidos, além de desinstalar e reinstalar todos os seus dispositivos de hardware e programas um a um e ir testando o navegador a cada nova tentativa.

Como regra geral, mantenha tudo atualizado – seus drivers, os outros programas instalar e seu sistema operacional. Isto deve ajudar a minimizar problemas de compatibilidade e impedir que qualquer outra coisa interfira com seu navegador.

6. Muitas janelas pop-up

Menu de proteção à vírus do Windows 10Captura de tela: Gizmodo

As janelas pop-up são uma parte inevitável da web, mas se você perceber uma súbita abundância deles, então é possível que um malware ou adware tenha sido instalado em seu computador.

O culpado pode ter se instalado como uma extensão ou como um programa separado, ou pode estar completamente escondido da vista. Use qualquer software antivírus que você tenha instalado para fazer uma varredura completa em busca de problemas, e para uma varredura extra, execute um scanner portátil (como o Microsoft Safety Scanner ou o ClamWin Portable).

Também pode ser que cookies e dados em cache colaborem com o problema, portanto, siga as instruções que apresentamos na primeira dica desta lista se você ainda estiver vendo muitas janelas pop-ups.

Um programa que bloqueie anúncios também pode ajudar a controlar esse problema e até mesmo identificar a raiz do problema. Mas lembre-se de fazer uma lista de permissões com os seus sites favoritos.

7. Páginas não funcionam como o esperado

Permissões de websites no SafariCaptura de tela: Gizmodo

A diferença entre página web e aplicativo web está cada vez menor (se houver mais alguma diferença), e aplicativos que rodam em seu navegador podem quebrar por vários motivos – uma extensão mal configurada, por exemplo, um plug-in projetado para bloquear anúncios ou rastreadores na web, ou código quebrado no próprio aplicativo.

Além de tudo o que já mencionamos – verificar as extensões e configurações de seu navegador, limpar o cache, etc – vale a pena dar uma olhada nas permissões a que um determinado website ou aplicativo tem acesso. Se essas opções não tiverem sido definidas corretamente por qualquer razão, as coisas podem não funcionar direito.

No Chrome, vá até as Configurações e procure pela opção Configurações do site.

No Firefox, navegue até as Preferências, Privacidade e Segurança e então Permissões.

No Edge, esses ajustes estão sob o menu Permissões do site.

No Safari, navegue até as Preferências e então clique no menu Sites.

Se você estiver com problemas com um site em particular, tente ver se ele funciona em outro navegador.

8. Imagens e vídeos quebrados

Vídeo do YouTubeCaptura de tela: Gizmodo

Se você tem certeza de que não há nada de errado com sua conexão de internet (veja as etapas anteriores), então os problemas de carregamento de arquivos de mídia podem se resumir às configurações em seu navegador. Tecnologias como o JavaScript podem ter um impacto na forma como certos arquivos são tratados.

As opções relevantes devem estar ativadas por padrão em seu navegador, mas é possível que você as tenha desativado deliberadamente ou sem perceber.

Você pode encontrar ajuda oficial para garantir que estes plug-ins de mídia estejam habilitados: veja as opções indicadas para o Google Chrome e para o Mozilla Firefox. Se você usa Edge ou Safari, as mesmas opções podem ser adaptadas.

Se os problemas persistirem, voltamos aos conselhos originais: limpar o cache do navegador, atualizá-lo, restaurar as configurações ou desinstalá-lo e instalá-lo novamente. Extensões de terceiros também podem interferir na forma como a mídia é exibida na página, especialmente se eles estiverem fazendo algo como bloquear anúncios ou modificar o conteúdo, então essa é outra possível causa.

9. A página inicial continua mudando

Página inicial do Edge com um feed de notíciasCaptura de tela: Gizmodo

Quando sua página inicial continua mudando sem sua permissão, mesmo depois que você a tenha a configurado várias vezes, é um sinal certo de que uma extensão ou um malware está em ação – possivelmente te levando a um site que ganha dinheiro com cliques em anúncios ou que infectem ainda mais o seu computador.

Com as etapas descritas na primeira e sétima dicas, desligue qualquer extensão que você não conheça muito bem e faça uma varredura completa de seu computador.

Se isso não for suficiente para resolver o problema da página inicial, desinstale e reinstale seu browser (ou volte às configurações originais, se a opção estiver disponível).