Com a câmera Lytro, você nunca precisa se preocupar com fotos borradas: ela captura todos os possíveis focos da cena, e gera uma imagem na qual você alterna entre cada foco. É genial, e tem mais: ela acaba de ganhar software para Windows.

A Lytro possui um formato de arquivo proprietário que, antes, só era possível editar no OS X. Felizmente, chegou a versão para Windows: o programa é gratuito, mas só roda no Windows 7 64-bit.



Para visualizar as fotos, no entanto, basta usar qualquer navegador: é possível inserir a imagem em Flash ou HTML5, para exibi-la em qualquer dispositivo. (Você também pode exportá-la para JPEG.) Clique na imagem abaixo para mudar o foco e ver do que a Lytro é capaz; você pode ver mais exemplos nesta galeria.

Se você ainda não conhece a câmera Lytro, ela é uma câmera pequena que cabe na palma da mão. Ela tem apenas dois botões: um para capturar a imagem e outro para ligar e desligar, fora um slider para zoom ótico de até 8x. Na parte de trás há uma telinha, sensível ao toque, que funciona como visor e recebe comandos (para ver fotos, por exemplo).

A câmera usa uma técnica diferente, chamada tecnologia de campo de luz, para capturar as imagens. Um campo de luz são todos os raios de luz que passam por um dado espaço – no caso, seu campo de visão. Capturando esse campo de luz, a Lytro obtém todos os possíveis focos da imagem, permitindo a você escolher um deles.

Essa tecnologia é desenvolvida há quinze anos, mas só em fevereiro ela chegou a um produto para consumidores. No entanto, por ser tão pioneira, ela ainda tem suas limitações: por exemplo, ela só cria imagens quadradas com resolução 1080×1080 pixels (cerca de 1,2 megapixels) e não captura vídeo, apesar de ser uma possibilidade para o futuro.

A câmera Lytro custa a partir de US$400 pelo modelo de 8GB, que armazena até 350 fotos. [Lytro]