A inacreditável banda larga de 1000 Mb/s do Google finalmente foi lançada hoje em Kansas City. O serviço não tem limite de banda, não tem taxas absurdas e vem com 1 TB (!) de espaço gratuito na nuvem.

Além da conexão super rápida à Internet, o Google também trouxe um novo serviço de TV chamado Google Fiber Television. O serviço se parece muito com o Google TV, mas é mais limpo e pode gravar até 500 horas de programas em alta definição. Haverá apps remotos para iOS e Android, ambos com controle por voz e em algum ponto futuro também terão streaming de vídeo. O pacote de TV terá toda a rede aberta, junta com centenas de “canais Fiber”.

Ah, e o controle remoto padrão? Um Nexus 7. Que você recebe de graça quando assina um pacote de TV.

Existe uma taxa de construção de US$ 300 para instalar a conexão em sua casa, porém. Mas o Google está anulando essa taxa para novos clientes neste início. A Internet e o pacote de TV, junto com 1 TB de armazenamento, custa US$ 120 por mês. A Internet apenas, com o 1 TB, custa US$ 70/mês. E se você decidir pagar pela taxa de construção, ganha a opção de um pacote de Internet GRATUITO de 5 Mb/s para download e 1 Mb/s para upload. É possível parcelar o pagamento em US$ 25 por mês no primeiro ano, com no mínimo 7 anos de serviço gratuito também.

Sabíamos que o Google poderia ter algo como o Google Fiber Television sendo feito. Agora que ele se tornou realidade, fica claro que todas as empresas estão tenta reinventar a TV. O Google se transformou em uma provedora a cabo; o Roku foi absorvido por uma criadora e distribuidora de conteúdo; e a Apple está observando tudo.

A distância entre o Google Fiber e a concorrência é cômica. Embora o Google Fiber só esteja disponível em Kansas City no momento, o mais próximo que você pode chegar da sua velocidade é com a conexão via FiOS de 300 Mb/s da Verizon, que até chega à velocidade prometida, mas em geral opera em uma bem mais baixa. E ainda assim é mais de três vezes mais lenta que a conexão gigabit que o Google acabou de lançar.

Esse alcance e desempenho fez com que competidoras ficassem assustadas o bastante para oferecem recompensas por informações in loco do Google Fiber. [Google Fiber, The Verge, Engadget]