Nós, humanos, estamos sempre criando novas formas de quase nos matar, sem de fato morrer. Esta dose de adrenalina, de quando você parece estar encarando a morte, nos faz lembrar que estamos vivos. O novo Edge Walk na CN Tower em Toronto, Canadá, é como encarar a morte tão de perto que você pode senti-la.

falamos sobre o EdgeWalk antes, mas ele só foi inanugurado ontem. A atração não só oferece uma caminhada em uma borda de 1,5m de largura a 356m de altura do chão, como os aventureiros que arriscarem o passeio ficam presos apenas por um arnês (cinto de segurança usando em escaladas) ligado a uma barra que rodeia o topo da torre – ou seja, você fica dependurado. Isso é confiar demais em uma coisa só. E não só você pode andar curvado para trás, como a galera bonita na foto acima, como você pode girar e olhar para baixo, como se você fosse fazer um último e insano salto.

A SkyTower em Auckland (Nova Zelândia) tem uma atração semelhante, mas com metade da altura da CN Tower. Claro, você pode chegar a alturas maiores indo ao observatório no 102° andar do Empire State Building (381m), ou no Grand Canyon’s Skywalk (1220m), mas tem algo em ficar pendurado assim, colocando um peso maior no cabo, na única esperança de que você sairá vivo dali… me dá calafrios. Mas se eu estivesse em Toronto com um dinheiro extra, eu provavelmente iria. Como disse Freddie Mercury, “quem quer viver pra sempre?”

Por CN$175 (R$286) você fará um tour de 90 minutos, incluindo a caminhada de 20-30 minutos no topo, algumas fotos e mais. Pessoas a partir de 13 anos podem ir na Edge Walk, mas até os 17 precisam estar acompanhados. Se você pesa menos que 34kg ou mais que 140kg, não pode ir. Mas não é o meu caso, então quem vem comigo? [EdgeWalk CN Tower]