Até que ponto a imagem gerada por um monitor pode ser real? Para responder a pergunta, a LG criou o vídeo “É tão real que assusta”, uma pegadinha em uma banheiro masculino que Silvio Santos aplaudiria de pé.

A ideia é bem simples: três monitores IPS 21:9 UltraWide da LG, com cores vivas e claridade de imagem incrível, foram colocados acima dos mictórios em um banheiro masculino como se fossem cartazes publicitários. Ao redor, caixas de som e câmeras escondidas para filmar a reação dos homens foram espalhadas.

Ao entrarem no banheiro e se dirigirem ao mictório, uma mulher “rasga” o anúncio que está sendo exibido no monitor e começa a encarar o rapaz em frente a ele. “Por que essa mulher está me encarando enquanto tento urinar?”, pensam eles.

Os homens realmente achavam que havia mulheres ali os encarando. Vários demoraram para fazer o que tinham que fazer ali devido à pressão, uns poucos sequer conseguiram tirar água do joelho. Dá para culpá-los? Não. Com imagens tão nítidas e um timing perfeito das atrizes, é fácil se confundir. Toda essa qualidade usada no vídeo para fazer uma brincadeirinha divertida tem, em ambientes de produção, benefícios bem reais: maior fidelidade nos trabalhos visuais, mais espaço de tela (graças à proporção 21:9) e conforto visual do usuário.

O vídeo já está circulando por aí e chama muito a atenção – tanto pelo impacto, quanto pela qualidade dos monitores. Kwon Il-geun, Vice-Presidente da Unidade de Negócios em TI da LG, afirma: “cada susto serve como confirmação de que a incrível qualidade de imagen do [painel] IPS da LG pode enganar o olho humano. Demonstrando cores vivas e verdadeiras e claridade de movimentos excepcional, nossos monitores IPS oferecem experiência de visualização cativante e imersiva.”