A linha Pioneer Elite era uma daquelas coisas maravilhosas que você podia até desejar, mas sabia que jamais poderia comprar. Aí a Pioneer parou de fabricá-la. E agora elas estão de volta – com o visual incrível e o preço bizarro de sempre.

As novas TVs Elite com 3D ativo e 1080p, disponíveis por US$8.500 (70 polegadas) ou US$6.000 (60″), podem ser as TVs LCD mais lindas já criadas. Mas a situação é um pouco estranha. Na verdade, elas são TVs da Sharp, não da Pioneer. Os componentes vêm das fábricas da Sharp, e até têm um painel Quattron das outras TVs da empresa (apesar de terem recebido um nome novo e que soa mais caro). Você também terá retroiluminação LED, dimming local, taxa de atualização de 720Hz (!) e apps embarcados de sempre (Netflix, YouTube etc.). Então o que tem de Pioneer nessas TVs? A Sharp diz que se trata de um esforço colaborativo, e a Pioneer coloca sua experiência de processamento de vídeo para basicamente ajudar a Sharp a criar uma TV que valha o nome Elite. Isso parece só enrolação do marketing! Mas as TVs parecem mesmo fantásticas.

As antigas Pioneer Elite eram renomadas pelos pretos extremamente definidos e pelo ótimo contraste, e as novas Elites – apesar de feitas por outra empresa – impressionam tanto quanto os modelos da Pioneer. Não acredito que a qualidade de imagem seja maior que da concorrência (as TVs high-end da Sasmung ainda são impressionantes), mas não há dúvida que as novas Elites são ótimas também. Mas elas valem US$8.500? Provavelmente não. É dinheiro demais para se gastar num painel, e os ganhos em relação a TVs milhares de dólares maia baratas provavelmente não compensam. Mas elas estão aí. Esta é a TV dinheiro-não-é-problema. Tanto o modelo de 60″ como o de 70″ chegarão ao mercado ainda este mês. [Sharp]