San Diego está desesperadamente precisando de um aeroporto, mas ninguém quer um no seu território. A solução é tão óbvia que se fosse uma cobra, te mordia: não construa no território — tem um oceano logo ali! O plano para isso já existe, e é pra coisa ser bem mais que um simples aeroporto.

O conceito básico já foi feito em outros lugares, mas a ideia para a solução de San Diego vem de um cara chamado Adam Englund, e definitivamente não é apenas um aeroporto flutuante. É um plano de negócios completo, custando US$ 20 bilhões. Ele sonhou com um aeroporto construído sobre uma plataforma ao estilo estação de petróleo, com quatro andares de espaço, um total de 60 milhões de metros quadrados, onde poderia ser construído de tudo, desde hoteis e restaurantes até universidades. Uma cidade flutuante.

Parece insanidade, mas nas primeiras revisões do projeto não foi encontrada nenhuma "falha fatal" no plano de Englund. Eu consideraria o fato US$ 20 milhões não ser nenhum dinheiro de pinga uma falha fatal, mas o cara deve ser mais otimista do que eu. [Infrastructurist via Stoke Report]