Embora a próxima geração da  plataforma de smartwatch Wear OS do Google tenha feito muito barulho recentemente, a empresa anunciou hoje que está renovando a Play Store para o Wear OS atual. Agora você também poderá instalar aplicativos remotamente do seu telefone da Play Store no pulso, além disso, o dispositivo receberá um design inspirado no Android 12,   Material You

Para começar, ao pesquisar aplicativos em seu telefone, agora você pode adicionar “Watch” ou “WatchFace” à sua consulta de pesquisa para obter resultados mais relevantes. Clicar na seta suspensa também exibirá quais dispositivos estão qualificados para receber o download. Dispositivos compatíveis serão pré-selecionados, mas até aí, esta é uma melhoria notável, porque não deixa espaço para confusão. É uma atualização bem-vinda, considerando o quão irritante é ter que baixar aplicativos diretamente para o seu relógio – um problema que ainda não foi resolvido em nenhum smartwatch.

No entanto, se você é ‘diferentão’ e realmente prefere downloads diretos, o Google também atualizou a aparência da Play Store para se adaptar ao seu pulso. O novo design coloca informações em cartões que são mais fáceis de ler e navegar em telas pequenas. Se você precisar fazer uma compra dentro do aplicativo, o Wear OS transfere essa transação de volta para o seu telefone ou fornecerá uma URL para fazer isso em um navegador.

Se você ainda não viu a atualização no seu relógio Wear OS, poderá ter que esperar um pouco. O Google disse que as atualizações estão sendo lançadas na Google Play Store no Android e no Wear OS “nas próximas semanas”.

Essas não são atualizações enormes, mas são significativas. Desde que o Google e a Samsung anunciaram que estão trabalhando juntos em uma nova plataforma unificada, não está claro se os relógios existentes serão compatíveis com a nova plataforma. O Google, compreensivelmente, também não disse muito sobre cronogramas, dado o quão pequeno é o espaço. Melhorar a experiência de download do aplicativo pelo menos indica que o Google abandonou o atual o Wear OS.

Mesmo que o novo Wear consolidado seja um sucesso, os períodos de transição nunca são fáceis. Sem dúvida, haverá alguns contratempos ao longo do caminho e, embora você sempre possa contar com os primeiros usuários a usar o Leroy Jenkins, é justo presumir que a maioria das pessoas vai querer esperar até a poeira diminuir um pouco. Além disso, qualquer pessoa que comprou recentemente um smartwatch Wear OS não deveria ter que se livrar desse dispositivo imediatamente.

Assine a newsletter do Gizmodo

Não sabemos exatamente quando o novo Wear OS irá ao ar, mas dá para imaginar que até o fim de agosto a gente possa vislumbrar a ideia, com base nos rumores de que o novo Samsung Galaxy Watch 4 será lançado. Isso, no entanto, será uma versão do Wear OS com a experiência OneUI Watch da Samsung.

Teremos que esperar até que outro fabricante de relógios Wear OS lance dispositivos de última geração para ver como será a pura experiência. De toda forma, depois de anos de limbo, é bom ver os smartwatches Android finalmente evoluindo.