O Airbnb está há oito anos conectando donos de acomodações com pessoas que buscam um quarto ou uma casa para ficarem por um tempo. Agora, em um de seus maiores anúncios, a empresa quer cuidar de outros aspectos das viagens de seus usuários.

Chamado de Trips, o novo serviço já está integrado ao app móvel do Airbnb e tem como objetivo ajudar as pessoas a planejarem o que vão fazer durante a estadia no local. Então, em vez de apenas acomodações, o usuário conseguirá escolher no próprio app as “experiências” disponíveis no local onde estiver, e “lugares” interessantes a serem visitados em seu destino.

O Airbnb é responsável se um hóspede ficar ferido ou falecer durante a estadia?
Os desafios do Spotify, Netflix, Airbnb e Uber em se adaptar às leis do Brasil

“Até agora, o Airbnb lidava com casas”, disse Brian Chesky, CEO do Airbnb, durante o evento de lançamento. “O Airbnb está lançando o Trips para unificar onde você fica, o que faz e as pessoas que irá conhecer – tudo num só espaço. Queremos que viajar volte a ser algo mágico, com as pessoas colocadas novamente no centro de cada viagem.”

Vamos começar com as “experiências”. Eles consistem em serviços prestados por moradores do local que vão oferecer algum tipo de experiência. Quem for para Los Angeles, nos EUA, por exemplo, poderá contratar por cerca de R$ 1.300 uma espécie de viagem com direito a camping e surf. Ou, por R$ 527, jogar voleibol com atletas de elite na praia. Também será possível participar de atividades de cunho social na comunidade em que a pessoa estiver.

https---press.atairbnb.com-app-uploads-2016-11-Airbnb-Fall2016-Press-InDevice-02-1
Até o momento, há 500 experiências disponíveis no app limitadas a algumas cidades, como Paris, Havana, Los Angeles, San Francisco, Florença, Nairóbi, entre outras.

Já o item “Lugares” consiste em uma espécie de guia de programas locais para os viajantes. Há programas variados, como Salsa Dancing (que tem dicas de lugares onde pessoas podem dançar ou ter aula do ritmo latino) e o Late Night Eats (com recomendações de estabelecimentos abertos durante a noite). Todos esses guias são escritos por pessoas convidadas pelo Airbnb e que são locais.

https---press.atairbnb.com-app-uploads-2016-11-Airbnb-Fall2016-Press-InDevice-04

Essas opções já estão disponíveis com uma nova atualização do aplicativo do Airbnb e no site da companhia – a ideia é que ele se torne uma plataforma de viagens. Então, não estranhe se num futuro próximo a empresa não integrar, por exemplo, algum mecanismo para compra de passagens com outros serviços oferecidos por autônomos em determinada localidade.

[Venturebeat]

Foto do topo: Brian Chesky, CEO do Airbnb, discursa sobre novas funcionalidades da plataforma em conferência. Imagens por Airbnb