Alexa responderá perguntas com anúncios de produtos

Algumas empresas selecionadas já poderão responder perguntas frequentes a partir de outubro deste ano. Recurso passa a funcionar nos EUA em 2023
Echo Dot com Alexa está até 29% mais barato na Amazon

Na última quarta-feira (14), a Amazon revelou um novo recurso da Alexa que vai começar a funcionar nos EUA a partir do ano que vem. Com o “Customers Ask Alexa” (clientes perguntam à Alexa), a assistente virtual irá responder perguntas de usuários com anúncios de algumas marcas.

whatsapp invite banner

Quando usuários fizerem alguma pergunta, a Alexa vai poder oferecer uma resposta de uma empresa considerada especialista no tema, além de direcionar o usuário para a página de produtos da marca. A Amazon reforça que o recurso não se trata de sugestões pagas por uma marca ou conteúdo patrocinado.

“As empresas selecionadas vão poder providenciar respostas a perguntas relevantes via Alexa sobre seus produtos ou tópicos sobre os quais eles têm conhecimento com o link para sua página da Amazon”, diz, em nota oficial. “Mas não serão anúncios pagos e nem conteúdo patrocinado”.

Por exemplo, caso um usuário faça uma pergunta sobre cuidados com o cabelo à assistente virtual da Amazon, uma companhia especializada em produtos de cuidados capilares será responsável pela resposta.

A novidade foi apresentada durante o Accelerate, evento anual da empresa. Apenas empresas inscritas no registro de marcas da Amazon que poderão enviar suas respostas às perguntas frequentes de usuários dos dispositivos com Alexa. As respostas poderão ser registradas na chamada “Seller Central” da Amazon, uma espécie de “central do vendedor”.

Todas as respostas passarão por moderação de conteúdo antes de serem aprovadas pela Amazon e disponibilizadas na Alexa. “As empresas precisam estar registradas no Amazon Brand Registry e todas as respostas criadas passarão por uma filtragem, revisão e verificação de qualidade antes que Alexa selecione a resposta mais relevante para compartilhar com os clientes”, diz a Amazon, em nota.

Algumas marcas selecionadas pela Amazon serão incluídas no programa já a partir de outubro deste ano, mas outras companhias serão adicionadas só a partir de 2023, quando ele passa a valer oficialmente. A Amazon não divulgou informações sobre se a novidade será disponibilizada no Brasil.

Assine a newsletter do Giz Brasil

Vinicius Marques

Vinicius Marques

É jornalista, vive em São Paulo e escreve sobre tecnologia e games. É grande fã de cultura pop e profundamente apaixonado por cinema.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas