A concorrência no setor de streaming de filmes e séries está cada vez mais acirrada, e quem acaba de dar um passo importante nesta briga é a Amazon. A empresa fechou um acordo de licenciamento de um ano com a Disney para disponibilizar uma parte de seu catálogo no Prime Video.

O comunicado de imprensa da Amazon menciona títulos bastante importantes, como Capitã Marvel, Vingadores: Ultimato, O Rei Leão, Toy Story 4, Grey’s Anatomy, The Walking Dead, American Horror Story e How I Met Your Mother. Segundo o texto, esses filmes e séries estarão disponíveis de 1º de outubro (também conhecido como hoje) até setembro de 2020 para o mercado latino-americano.

Capitã MarvelCapitã Marvel. Crédito: Disney

A data não parece ter sido escolhida por acaso. No anúncio do Disney+, o serviço de streaming próprio da Disney, a empresa disse que ele chegaria à América Latina no outono de 2020 — o outono do hemisfério norte começa em setembro.

Ou seja, é provável que o Disney+ chegue por aqui em setembro de 2020 e todos esses títulos saiam do Prime Video logo em seguida. De qualquer forma, um ano é bastante tempo para você ver alguns desses filmes e séries.

O Prime Video faz parte do Amazon Prime. Ele é um pacotão da Amazon que inclui também acesso a músicas no Amazon Music, livros e revistas no Prime Reading, itens de games no Twitch Prime e frete grátis em compras feitas na loja. A assinatura custa R$ 9,90 por mês ou R$ 89 por ano, e os primeiros 30 dias são grátis.

É, também, mais um golpe duro no Netflix, cuja assinatura mais barata está saindo por R$ 29,90 mensais no Brasil. A empresa, que se tornou sinônimo de ver filmes e séries pela internet, está tendo que disputar espaço com a política agressiva de preços do Amazon Prime. Futuramente, eles devem ter também a concorrência de novos competidores, como o próprio Disney+ e o Apple TV+. O serviço de streaming da empresa da maçã chegará em novembro por R$ 9,90 mensais, outro valor bem baixo para os padrões atuais.

Com tantos serviços, vai ficar cada vez mais difícil assinar tudo. Como diz uma piada que eu já vi muita gente fazendo: alguém vai ter que juntar tudo isso, de preferência em um cabo que vá direto para um aparelho na nossa casa.

Assinando serviços pelos links desta página, o Gizmodo Brasil recebe uma comissão.